O sete que governa o universo

Como sabemos a gravidade é uma importante fonte energética na sustentação do universo, basta olhar para o céu e percebemos que os mundos espalhados pelo espaço não caem e não se chocam isso é devido à força de atração gravitacional que um corpo exerce sobre o outro, os corpos maiores sempre sustentam os menores respeitando sua massa e a distancia entre os dois; em nosso sistema planetário o sol é o centro gravitacional que sustenta todo o sistema fornecendo a energia fundamental (luz) que sustenta a vida nos mundos habitados desse sistema, a mesma coisa ocorre com os universos; o nosso universo pertence à categoria denominada espaço-tempo e tem o seu próprio centro gravitacional, a energia emanada desse centro universal é de uma frequência vibracional diferente da luz do sol e é fundamental para o sustento de um de nossos corpos sutis.

Os nossos corpos sutis são sete e rebem energia fundamental de varias dimensões e de vários centros gravitacionais,  veremos no decorrer desse texto que esse número matemático (sete), é um importante numero para organização universal; o nosso universo local espaço-tempo junto com mais seis universos similares forma um superuniverso que também conta com um gigantesco centro gravitacional em comum, quanto maior o conjunto de mundos que o centro gravitacional sustenta, maior é a frequência da luz emitida por esse centro, e mais evoluída são as tecnologias usadas pelas inteligências que coordenam e comanda esses centros, a consciência humana está longe de conseguir se quer imaginar o avanço tecnológicos desses mundos, a luz de alta frequência emitida do centro desse superuniverso também atinge nosso planeta e é absorvida pelos chacras de um dos nossos corpos sutis, o conjunto dos  superuniversos  formam um bloco gigantesco de sete superuniverso, onde de seu centro parte o comando maior de um Deus único, criador universal; apesar de parecer tão distante de nós esse centro de luz maior é de uma frequência tão alta que sua energia está entranhada em cada onda e partícula de todos os universos e tem consciência de cada movimento produzido em cada onda existente, embora não interfira diretamente nas inteligência criativas que constroem em cada universo local, respeitando o livre arbítrio de cada consciência existente que invariavelmente são seus filhos criadores, as leis que regem as relações entre criações, criaturas e criadores são perfeitas e imutáveis garantindo a evolução e a proteção necessária de cada existência. 

Esse centro gravitacional maior é o único fixo, para onde converge toda gravidade, todos os outros sete super-universos giram, com suas Côrtes de universos e centros gravitacionais, em torno dele.

Voltando ao numero sete, o livro de urantia em sua pagina 9, nos apresenta sete tipos de perfeição; são elas:

Quando tentamos conceber a perfeição em todas as suas fases e formas de relatividade, encontramos sete tipos concebíveis.

  1. A perfeição absoluta em todos os aspectos.
  2. A perfeição absoluta em algumas fases e a perfeição relativa em todos os outros aspectos.
  3. Os aspectos absolutos, relativos e imperfeitos, em combinações variadas.
  4. A perfeição absoluta em alguns aspectos e a imperfeição em todos os outros.
  5. A perfeição absoluta em nenhuma direção e a perfeição relativa em todas as manifestações.
  6. A perfeição absoluta em nenhuma fase, uma perfeição relativa em algumas fases e a imperfeição, em outras.
  7. A perfeição absoluta em nenhum atributo e a imperfeição em todos eles.

Logo abaixo em sua pagina 11 o mesmo livro nos apresenta uma síntese da relação entre o centro gravitacional maior e o restante do universo, destacando nessa relação as entidades espirituais que comandam as correntes de gravidade, evidentemente colocando o criador como origem e centro de todas as coisas.

Os ministros divinos universais que ditaram esse livro, informou sobre a auto divisão do criador em uma trindade divina, onde cada parte é responsável por um circuito energético.  Vou esclarecer, a seguir, na medida do possível, alguns conceitos que o livro nos trás e que podem parecer estranhos para aqueles que não conhecem o conteúdo do livro.

O próprio livro nos explica o que é deidade da seguinte forma. “A DEIDADE é personalizável como Deus, é pré-pessoal e suprapessoal, de modos não totalmente compreensíveis pelo homem”.

A deidade caracteriza-se pela qualidade da unidade: factual ou potencial: em todos os níveis supramateriais da realidade; e essa qualidade unificadora é mais bem compreendida pelas criaturas como divindade.

O pai criador primeira fonte e centro comanda o circuito de gravidade, o espirito infinito comanda o circuito da mente e o filho eterno comanda o circuito energético do espirito, na verdade, embora não possamos compreender essas três entidades formam uma só.

Relação entre o centro gravitacional maior e o restante do universo, conforme o livro de urantia.

1. As forças da gravidade dos universos materiais convergem para o centro de gravidade do Paraíso inferior. Este é exatamente o motivo pelo qual a locação geográfica da Sua pessoa é fixa eternamente, em relação absoluta com o centro de força-energia do plano inferior ou material do Paraíso. Todavia, a personalidade absoluta da Deidade existe no plano superior ou espiritual do Paraíso.

 2. As forças da mente convergem para o Espírito Infinito; a mente cósmica diferencial e divergente converge para os Sete Espíritos Mestres; a mente do Supremo, no seu processo de factualização como experiência no espaço-tempo, converge para Majeston.

3. As forças do espírito do universo convergem para o Filho Eterno.

 4. A capacidade ilimitada para a ação da deidade reside no Absoluto da Deidade.

 5. A capacidade ilimitada de resposta de infinitude existe no Absoluto Inqualificável.

6. Os dois Absolutos : o Qualificado e o Inqualificável : são coordenados e unificados no Absoluto Universal e por ele.

 7. A personalidade potencial de um ser moral evolucionário, ou de qualquer outro ser moral, está centrada na personalidade do Pai Universal.


A verdade que vem de Deus

 

Ninguém é dono da verdade absoluta, todos somos sujeitos a erros e acertos.

 Na trajetória da vida encontramos alguns obstáculos que nos propicia a procura do nosso eu verdadeiro, compreendendo a veracidade de tudo quilo que almejamos sem ao menos nos darmos conta se tudo que acreditamos é verdadeiro ou falso.

Imaginamos então que o fruto da verdade absoluta está muito mais em acreditarmos em nós mesmos sem olharmos a nossa volta para estudarmos as inúmeras possibilidades de erros e acertos que o homem vindo de Deus nos trás com sua divina sabedoria sendo isso o que há de mais sagrado, esses ensinamentos são Frutos de suas sucessivas vivencias em mundos superiores ao nosso e que está de acordo com a sabedoria divina que compreende o estagio que a humanidade se encontra em termos de evolução e entendimento espiritual.

Nesse cometimento de erros e acertos, há sempre um proposito de Deus conhecedor de sua humanidade filial necessitada dos conhecimentos que os fazem avançar na escala evolutiva do ser, não há certo nem errado, há exatamente aquilo que a humanidade precisa e compreende segundo a maturidade de cada ser.

É permitido que de tempos em tempos haja a descida de anjos reencarnando em mundos menos avançados para fazer progredir uma humanidade pagã em sua escala evolutiva. Cada ciência que é traga está de acordo com a permissão do pai maior para fazer crescer a humanidade em sua necessidade maior. É assim que de tempos em tempos a ciência muda, a humanidade se modifica, tudo prospera até que o ser humano compreende e vivifica o verdadeiro sentido da palavra amor e assim o homem retorna a sua essência divina.

 

Trabalhando a paixão para ser divino.

A paixão é um trauma psicológico, um complexo formado por associação de sentimentos e pensamentos, que certas situações ou acontecimentos trás de volta a consciência quando acontecem. Gira em torno de sexo e se forma a partir de praticas sexuais; pode ser traumas, prazer sexual em determinadas situações, frustação sexual, etc. começa a se formar nos primórdios da existência assim que o ser adquire consciência de se mesmo, nas vidas que se sucedem os laços de memorias existentes entre os componentes do complexo vão se fortalecendo e com as experiências vivenciadas no dia a dia, novos laços vão se formando, como se sabe nesse caso de formação de memorias os iguais se atraem e se aglomeram, e assim as emoções os sentimentos as imagens sons e sensações mais fortes ligadas ao instinto sexual vão se entrelaçando formando um complexo bloco difícil de ser superado. O instinto sexual é um dos primeiros e mais básico instinto e a satisfação do mesmo provoca um imenso prazer e por isso domina a vontade humana, juntem-se a isso as fortes emoções e sentimentos envolvidos na relação a dois e imagine a força desse complexo. Eu chamo a paixão de trauma quando ela tem como seu principal centro e força o instinto sexual, mas sabemos que o próprio instinto sexual vai se transmutando em sentimentos mais nobres e quanto mais esse instinto é transmutado em amor mais a paixão deixará de ser um trauma para ser um sentimento divino que aproxima o homem de Deus.

 As paixões  que existem em nosso atual nível de desenvolvimento quase sempre estão ligadas ao sexo e pode ser considerada um sentimento baixo em relação a um olhar mais divinal.

O sentimento de paixão em uma pessoa é sempre o mesmo o bloco de pensamentos, sentimentos e emoções que se forma se perpetua e vai sendo transmutado conforme o esforço que se faz para que isso ocorra, o alvo da paixão se modifica, por exemplo, um homem se apaixona por Maria, essa personagem ficará fortemente ligados à paixão que esse homem traz dentro de se, no caso dessa relação não dá certo esse homem desvincula Maria do seu sentimento de paixão, quando ele se apaixonar novamente uma nova personagem tomará o lugar que Maria ocupava.

A paixão em nosso atual nível vibracional, muitas vezes destroem relacionamentos sérios baseados no verdadeiro amor, isso ocorre devido a força da paixão ser baseada no prazer sexual, toda experiência de vida é valida, mas ao tomarmos uma decisão baseada em uma mau paixão, devemos sempre analisar com cuidado se essa decisão não irá prejudicar outras pessoas. Quando tomamos a decisão de nos aproximarmos de Deus ou do divino em nós temos que passar pela transformação desse sentimento, já que a vontade de ser igual a Deus é um dos principais itens exigidos para se ter ascensão a dimensões mais iluminadas, sendo a vontade tão importante para esse objetivo não podemos permitir que nossa vontade seja dominada por um sentimento que está longe de ter uma vibração divinal. Pelo poder desse sentimento podemos imaginar o quanto é difícil trabalha-lo, por isso temos que buscar ajuda espiritual através da meditação voltando nosso foco para dentro de nós mesmo, através da fé ou de outros métodos que considerarmos eficaz.

Temos dentro de nós um ser divino que está constantemente trabalhando nossos sentimentos e pensamento tentando nos elevar à dimensões divinas mais próximas do pai criador do universo, podemos sempre buscar a sintonia com esse ser que nos ama infinitamente e que está sempre buscando nos ajudar, esse ser na verdade é parte de nós e é conhecido por vários nomes como: fagulha divina, eu sou, ajustador do pensamento etc.

Muitas vezes apesar do ímpeto de nossa paixão, esse ser divino em nós nos impede de cometer desatinos mais sérios, evitando encontros fortuitos, usando nosso orgulho e vaidade, entre outros truques, essa é uma parte de nós que conhece profundamente nossos sentimentos e que sempre trabalha para nosso bem, a comunicação inicial com esse ser é feita através da intuição temos que aprender a senti-lo primeiro para depois entrar em comunicação direta com ele, cada um o perceberá de uma forma diferente, no meu caso já o presenciei como uma projeção de luz fora do meu ser, nesse caso a comunicação é feita telepaticamente, a maioria das vezes que tive experiências mais intensas com essa minha parte divina foi em meditações xamanicas, mas já tive também essa experiência em outros tipos de meditação.  Só lembrando que qualquer entidade divina para agir em nós ou em nosso favor necessita de nossa permissão e de nosso insuperável querer

Definições do espiritismo sobre a paixão.

As paixões tem sua origem nos sentimentos naturais. A paixão que temos por determinada pessoa tem a sua origem no sentimento natural do amor.  A paixão é um exagero da vontade, e a vontade é um atributo de todos os espíritos. O parâmetro que você define como razoável é medido pelos frutos doces ou amargos. O limite é o estado de felicidade ou infelicidade derivados do exercício dessa paixão.

Só Deus pode te fazer realmente feliz. Exagero da vontade, esse é o ponto.

O parâmetro que você define como razoável é medido pelos frutos doces ou amargos. O limite é o estado de felicidade ou infelicidade derivados do exercício da paixão.

 

                 

                         

   Como ser ouvido diretamente por Deus.

                                                 http://riquezafelicidade.com/index.php

                        

Como ser ouvido diretamente por Deus.

Em Deus, o homem vive, move-se e tem o seu ser; não há nada que o homem possa dar a Deus, a não ser essa escolha de ater-se à vontade do Pai; e uma decisão como essa, efetivada pelas criaturas volitivas inteligentes dos universos, na realidade, constitui a verdadeira adoração, que satisfaz muito plenamente ao Pai Criador, em cuja natureza o amor é preponderante.

(livro de urantia pag. 23)

O nível do espirito se alcança através da sabedoria e da adoração, mas nenhuma força benigna do universo jamais nos impõe formas de adoração, muito menos com sacrifícios ou sofrimento. A adoração a Deus para surtir efeito tem que ser feita de livre e espontânea vontade.

Nossas orações e quase todas as formas de comunicação que temos com o divino estão circunscritas ao domínio do mestre jesus, que engloba todo o universo local, organizado por Ele, Jesus é um filho criador, que tendo Deus como arquiteto, criou todo o universo onde nos movemos e vivemos; nós somos criação direta do pai universal, portanto somos irmãos de Jesus e também somo filhos criadores, e como somos cheios de imperfeições estamos modificando as paisagens do planeta tão divinamente criadas por nosso mestre Jesus, aliás muitos de nós tem a habito de adorar a natureza como incorporação divina, isso não é o correto a fazer, embora a natureza seja uma criação divina ela não tem encarnação divina.

Na realidade a adoração verdadeira será sempre direcionada ao ser supremo criador do universo, ela ultrapassa os domínios de Jesus e de todas as deidades existentes alcançando de forma direta o nosso Ser supremo, Ele mesmo o criador. Amar a Deus sobre todas as coisas é um conceito que deve nos remeter a algo bem mais profundo, pois o amor é o principal ingrediente para se adorar um Ser infinito em todas as direções benignas.

Adorar é diferente de pedir, quando pedimos alguma coisa estamos em prece, na adoração reconhecemos a grandeza e o amor incondicional do criador, de forma que em nosso coração não fica espaço para oura coisa se não a gratidão e dessa forma a adoração nos enche da presença divina nos proporcionando tudo aquilo que necessitamos para o nosso crescimento espiritual, pois o pai nos quer o mais breve possível junto à Ele, devemos compreender no entanto que nem todos estão preparados para evoluir por amor ou com abundância, muitos necessitam da miséria e do sofrimento para adquirirem humildade e dobrar o joelho diante da grandeza do criador, muitos tem riquezas e ainda assim são orgulhosos, não os inveje, pois esses ainda sofrerão muito ainda para aprenderem a usar as dadivas divinas para a obra do amor; o que é pobre, que sofre e reconhece a majestade de Deus, provavelmente já teve suas riquezas e desperdiçou com orgulho e vaidade, agora estão trilhando outro caminho que deve se revelar mais eficiente, o contrario do que é rico e não está aproveitando a oportunidade, esse ainda passará por provas e expiações, para um dia vergarem suas cabeças e reconhecerem a grandeza divina.   

 

Grandeza divina

 

Divino ser criador do universo

Ser de luz, em mim manifesto

Expressão máxima de amor

Luz divina do meu ”eu sou”

 

Es tu a grandeza de toda volição

Em todo o universo traduz gratidão

Meu adorado ser criador universal

Expressão e afeto colossal

 

Divina presença em meu ser

Fonte eterna do saber

Contigo quero seguir avante

Expressão de luz brilhante

 

Grandeza maior que o universo

De joelho consigo converso

Agradecendo tanto amor e o espinho

Expressão pura de amor e carinho

 

Kleber Lages

 #                           sejam  bem-vindos !                            #

 #     conheçam minhas publicações ou desfrutem do site    #

UNIVERSO E SUPER UNIVERSOS

Universo

O conceito de universo que carregamos é sempre vago, deixando em nossa mente uma lacuna de infinidade, no entanto em um levantamento bibliográfico descobri que existem vários universos organizados por grau evolutivo, no sentido vibracional.Os planetas com a estrutura similar a da terra formam um universo, outro grupo de planeta forma outro universo parecido com o nosso, esses dois universos juntos formam um superuniverso e juntamente com mais seis superuniversos formam o grande conjunto de superuniversos criados por deus e que são definidos pelas dimensões de tempo e espaço.No centro desse aglomerado de superuniversos existe outro universo, infinito para nós, que não é definido pelo tempo e pelo espaço e que contem em seu centro um universo diferenciado para onde convergem todos os circuitos formadores dos diferentes ...continue lendo

Lei da ação e reação

Considero esta máxima adequada ao tema do subtítulo, pois é exatamente assim que ocorre, cada um tem aquilo que merece, e ao contrário do que muitos imaginam Deus ou os espíritos não montam um tribunal para julgar os atos do homem, as coisas acontecem de forma automática, para cada ação uma reação, se alguém aplica a força necessária na cabeça do prego ele perfura a madeira e se por displicência ele erra o prego e acerta o dedo com certeza irá sentir a dor em consequência de sua distração, ser distraído não é pecado mas o treinamento da concentração nos será necessário pela eternidade, por isso existem mecanismos como este para nos forçar a prestar atenção no que necessitamos fazer. As situações deste tipo são infinitas, mas todas existem em função de nossa evolução moral e intelectual... CONTINUE LENDO


LEI DO AMOR 

a caminhada da humanidade, neste sentido, não tem sido nada fácil, embora seja normal em relação à eternidade. Quando Moisés ensinou a seu povo o sacrifício de seus animais e bens preciosos a um Deus supremo, já era um trabalho de implantação do amor, pois a Deus não ...continue lendo


 

Cada um contribui para evolução da humanidade dentro dos seus limites sentimentais e morais; na verdade todos esses limites estão interligados entre si e são definidos no decorrer da encarnação por escolhas feita usando o livre arbítrio concedido pelo criador ao ser humano...continue lendo

Recebemos as ideias dos mentores pelo superconsciente, essas ideias para que chegue a nossa consciência objetiva enfrenta dois sérios desafios, primeiro; é composta de um código inconcebível para nós e precisa sofrer uma redução vibracional, depois que isso ocorre a ideia é encaminhada para nosso subconsciente onde pode receber várias influencias do deposito de quadro mentais que estão no subconsciente representando nosso passado de erros e desavenças...continue lendo

                 

Os espíritos, incluído nós, os encarnados, estão divididos em várias categorias, respeitando a faixa evolutiva a qual cada um, pertence, mas em se tratando de contatos entre espírito, esta divisão não existe.               Deus em sua infinita sabedoria quis que todos ficassem em contato entre si, para que os mais evoluídos promovam o avanço dos que estão abaixo de si; este é um processo que ocorre de forma automática tendo como energia principal o amor...continue lendo

Nossa consciência se forma baseando-se em conceitos adquiridos em nossas experiências, em nossos conhecimentos tidos como verdadeiros, e nos códigos divinos que estão em desenvolvimento em nós, tudo que favorece o desenvolvimentos desses códigos divinos é acoplado como realidade espiritual permanente.Nossa ignorância vai se transformando em conhecimento na medida que estudamos e experimentamos o mundo através...continue lendo

Descubra se você é moralmente afinado com o século XXI

Acreditamos em alguma coisa geralmente com base nos padrões psicológicos internos ligados a sentimentos e, além disso, as pessoas tendem a acreditar naquilo que lhes convém, mas no fundo o que comanda nossas crenças são nossos sentimentos.A pessoa muito vaidosa pode optar por acreditar na politica entendendo que esse caminho o levará a aquisição de status ou bens materiais. No entanto além dos sentimentos, todo ser humano é dotado de imperceptíveis intuições que o faz acreditarem em algo maior que sentimentos e em algo mais que o padrão psicológico de cada um. Queremos ser feliz,...continue lendo


A partir do momento em que adquirimos consciência adquirimos livre arbítrio para escolher entre o bem e o mal, antes éramos animais guiados só por instintos, a qualquer momento que eu adquiro consciência de mim mesmo, do bem, consciência do mundo espiritual  e integro essa consciência a meu ser eu estou fazendo uma escolha, pelo bem ou pelo mal, a partir do momento que adquirimos consciência,...continue lendo

 

Publicado em 8 países simultaneamente 

Dê um basta em seu sofrimento

Terapia Para Depressão e Prevenção de Drogas

Esta obra te trará muita luz e uma vida mais plena em paz, conforto e felicidade, divulgando verdades atuais e milenares que te fará repensar sobre seus conceitos relativos a vida.

O emprego correto das técnicas aqui descritas deverão corrigir em sua mente e em sua alma muitos dos problemas que te fazem sofrer em seu silencio interior, mostraremos aqui o caminho mais suave para a aquisição desses itens.

http://www.amazon.com/-/e/B00U2HE7MI

Os preços estão em dólares 

Conecte-se a sua alma e tenha poder infinito

Este excelente trabalho pode ser adquirido direto do autor, você o receberá, autografado, direto em seu lar, basta entrar em contado pelo formulário de contato do site, clicando em contato no inicio desta pagina, ou no email; kleberldutra@gmail.com


                                                                                                                                     

                       

                                                                                                                                                       ###############                                                                                                                               

                                          054 

                                                                                                                                                    ###############

                                                                                                                                         

                                                                                                               Consciência; ondas universais

 


    


             Uma das principais ondas que se expandem à partir do espirito é a consciência, que é munida de um centro principal, é desse centro que são emitidas as ondas de consciência que permeia o universo, por exemplo, deus é uma consciência que está presente em cada átomo do universo, e cada átomo representa o modelo do universo inteiro, então o que está presente em toda parte é a consciência holográfica, cada parte contém o todo e o todo contem cada parte.

                               Porque fomos criados

            Na verdade essas ondas conscienciais geradoras de novas ondas não geram apenas ondas de consciências, geram também matéria, mundos complexos como sistemas estrelares e universos. São espíritos altamente evoluídos que se reúnem para programarem e construir esses mundos.

            Quando o sistema solar foi criado jesus já existia e fez parte do conselho divino que criou esse sistema, se tornando depois o responsável direto por um desses planetas, que é a terra.

            Na verdade esses sistemas não são criados instantaneamente, são criados paulatinamente com a participação de todas as consciências presentes nesse universo, você que nesse momento está lendo esse texto está agregando conhecimentos e com isso agregando também valores a si mesmo e ao todo, o que quer dizer que você está expandindo todo o universo consciencial em criação.

                            Consciência co-criadora

            O que mantém nosso corpo e o planeta suspenso é a consciência, é ela que constrói tudo através do raciocínio e da Fé.

            Tudo que existe, existe porque a consciência acredita na inexistência daquela coisa, e porque a consciência criou aquela coisa, a consciência cria através do raciocínio.

                          Vibração e frequência

            Os grandes mestres como buda, jesus e outros, são pessoas calmas, que vibram em um comprimento de ondas maior; então são pessoas que vibram em uma frequência menor, tem a frequência de vibração menor, não é a alta frequência de vibração que faz o ser evoluir, é o contrário, é a baixa frequência, a calma, a tranquilidade, isso dentro de um determinado patamar de equilíbrio, percebemos claramente que nossa própria carne vibra violentamente em situações de stress elevado ,  e o que precisamos repito, é de baixa vibração; de calma e tranquilidade; de ondulações tranquilas, calmas, e isso quer dizer ondulações maiores.

                    Composição dos espíritos

           Como já foi dito os espíritos são ondas, os mais evoluídos são formados de sentimentos nobres e de consciência, assim como os espíritos menos evoluídos são formados por instintos, emoções e consciência, os espíritos em uma menor escala evolutiva também tem sentimentos, só que sentimentos menos elevados que se aproximam mais de paixões do que de sentimentos nobres.

Solidez dos Espíritos

            Os outros espíritos para nosso espírito para nossa alma tem a mesma solidez que as pessoas têm para nossa consciência comum, por exemplo, eu vejo valderes como um pacote de átomos rígido e firme onde eu posso tocar, posso abraçar, posso sentir.

            A minha alma ver os outros espíritos também como um pacote de átomos que pode tocar, que pode sentir, que pode abraçar, a mesma coisa que eu vejo com minha consciência objetiva.

            O problema de eu, com a consciência objetiva, não consigo perceber esses espíritos dessa forma é problema de comunicação do meu espírito com a minha consciência comum, com essa consciência que nesse momento eu estou construindo esse raciocínio.

            Então existe barreira entre essas Comunicações que são de vibrações de níveis de vibrações diferentes, e talvez um dos motivos seja a minha falta de conceitos pra definir o espirito. Ou pode ser meu preconceitos sobre espiritualidade.

            Talvez o espírito pra mim seja um evento ainda difícil de acreditar com clareza, ou a dificuldade de ter a consciência exata desse espírito. Então a grande barreira entre meu espírito e minha consciência, é uma barreira vibracional que existente entre minha consciência objetiva e a consciência do meu espírito, mas a solidez de outro espírito para minha alma é percebida com a mesma consistência que minha consciência objetiva percebe o corpo material de outra pessoa. Existe também a questão do conceito que eu tenho formado em minha mente sobre o que é um espirito.

 

                  Elevação da consciência da humanidade

           Há nesse momento atual da humanidade consciência superiores intraterrenas, forças interplanetária e intercósmicas, ajudando a humanidade a elevar seu nível de consciência para que esse nível de consciência vibre em uma onda de mais baixa frequência e sintonize com um ponto mais elevado da consciência cósmica, trata-se de nossa evolução interplanetária

Sobre nós

Todos são bem-vindos a nosso site de conhecimento religioso universal e cientifico. Este local te fornecerá orientações e informações indispensável para um encontro iluminado e seguro com o criador. Você também está convidado a participar de nossas atividades de divulgação dos conceitos morais que em um futuro próximo transformará nosso planeta em um lugar de paz, luz divina e felicidade real e eterna. temos muito o que comemorar, pois já somos um planeta de regeneração ainda que no inicio do processo.   

Saiba mais sobre nós

                                                                                                                                                   ###############                                                                                                                               

                                         053 

                                                                                                                                                  ###############

                                                                                                                                                                                                               

                                            Alongamento de ondas

            As ondas inadequadas tem picos elevados e vales profundos, é de ondas curtas e frequência alta, e o que temos a fazer não é anular a frequência, mas ir alongando esta onda; então conforme essa onda fica mais longa sua frequência fica menor, mas aí ela carrega mais dados, e carrega mais sensações, então ela fica mais tranquila, mais suave, porque ela é um onda maior com uma frequência menor, e uma onda mais reta; o que lhe dá também mais poder de penetrabilidade.    

                                                                                                                               Consciência e percepção dos espíritos

            Talvez a principal barreira que nos impede de perceber com clareza, de sentir ou de ver os espíritos não seja o nosso cérebro, a principal razão talvez seja nossa inconsciência da existência desses espíritos, ou nossa falta de fé nessas existências, conforme a física quântica a gente só percebe uma coisa quando acreditamos na existência dessa coisa e quando temos consciência clara da existência dessa coisa. Como os índios que quando as caravelas portuguesas chegaram ao brasil os índios não conseguiam vê-las. Elas estavam ali ancoradas em alto mar, mas os eles não a viam, um cacique que acreditava em fantasma e que viu o movimento das aguas, começou a percebe-las, e só depois de convencer o restante da tribo da existência das caravelas é que todos passaram a vê-las.

                                                                                                                                              Criamos nossas leis

           As lei que governam a humanidade e que nos governa individualmente, as leis da mente, e outras como o medo, que é uma lei que regula nossa evolução e que nos bloqueia em todos os sentidos nos limitando; tudo isso foi criado por nós mesmo, pela consciência coletiva.

            A sua vivencia acrescenta coisas que é colocada no consciente coletivo, esse consciente coletivo é na verdade nossa própria cultura, tornam-se conceitos que nós mesmo criamos e perpetuamos passando de geração para geração e que acabam limitando nossa evolução.

            Esses conceitos são sempre cridos pela ignorância e vão evoluindo na mesma proporção que evoluímos intelectualmente e moralmente.

             À medida que a humanidade vai se desenvolvendo e criando conceitos cada vez mais evoluídos e livres de medos, esses conceitos vão sendo acrescentados à coletividade através do consciente coletivo, então quando encarnamos trazemos o resumo dos conceitos registrados no consciente coletivo, quando nascemos, esses conceitos que trazemos muitas vezes se chocam com os conceitos dominantes em nossos pais causando escândalos e aborrecimentos para os mais velhos.

            Podemos notar claramente que as crianças que nascem hoje já nascem muito mais desenvolvidas do que nós quando nascemos, costuma-se dizer que nós chegamos de cegonha e que os bebes de hoje chegam em naves espaciais, inclusive as crianças de hoje tem uma facilidade tão grande com tecnologias, como informática, que chega a nos assustar.

   

                                                                                                                                                       ###############                                                                                                                               

                                         052 

                                                                                                                                                 ###############

                 

                                  

                             somos um pacote de ondas  

                                       Gênese da onda

            Uma onda tem que se iniciar a partir de uma reta maleável, quando ela sofre perturbação se transforma em uma onda e dependendo da onda inicial formada ela evoluirá para o átomo, para o mineral, para o vegetal, para o animal e finalmente para a consciência, nesse ponto as modificações serão feitas partindo dos instintos para os sentimentos nobre

                            Conceitos de ondas divinas

            Quando jogamos uma pedra no lago as ondas vem formando a partir daquela pedra e vai aumentando; vai propagando, aumentando de tamanho, esse é basicamente o conceito de onda, cada onda é um círculo em volta daquela pedra e esse círculo é sempre ondulado. Essas ondas se propagam em todas as direções com a mesma característica, a onda que sai na direção norte é a mesma que sai na direção sul, são compostas de ondulações idênticas que contém a característica da onda inteira que é circular.

             O espirito tem  sua essência que é a pedra angular, e a partir dessa essência é que as ondas propagam, e a emissão dessa essência são pensamentos, são ondas com características próprias e varia conforme a natureza dos sentimentos que habita no espirito; são as ondas geradas por esse espirito que propagam, então esse espirito existe em um ponto em movimento e se expandindo constantemente, sendo que essas ondas serão emitidas sempre mais puras, já que o espirito está em evolução constante, com o poder de alcance cada vez maior, com o comprimento de onda maior e ocupando espaços em todas as direções.

            O espírito que tem como Essência; sentimentos, instintos etc, projetam ondas em todas as direções, mas as ondas que funcionam como consciência portadora e que carregam as informações tem uma formação básica, mas cada uma em si tem um tipo ou característica diferente, pois carregam informações diferentes; carregam ondas conscienciais menores diferentes.

             As ondas dos espíritos puros são ondas tão gigantes que ocupam o universo inteiro, cada ondulação dessa ocorre em todas as direções com as mesmas características; cada círculo que se origina em volta do espirito é mais puro e carrega mais experiências geradas por si mesmo e por seus agregados, são partículas  feitas de pequenas ondas que forma o círculo em expansão, essas pequenas ondas que forma o círculo são um círculo em volta de si mesmo, assim como as ondas do mar que também é um círculo grande em volta do centro formado por círculo menores que giram  em volta de si mesmo, esse círculo em volta de si mesmo tem as mesmas características em volta do círculo grande. Nesse círculo em volta de si mesmo origina-se outras ondas em pontos de pensamentos que são origens de consciência nos espíritos mais evoluídos, que são origens de outros espíritos, que é da essência dessa onda grande que é deus. 

                                                                                                                            Característica de onda marítima

             O tipo de onda da figura transporta energia sem transportar partícula, como a onda se forma rolando para o fundo depois para a superfície as partículas que são mais pesadas permanecerão no mesmo local, apenas a energia inicial do impulso passará para frente moldando a agua à sua forma ondulatória, assim também agem as ondas conscienciais que se propagam moldando a massa morfogenetica com ondas de amor e luz ao mesmo tempo que cria novas consciências em seu percurso, essas novas consciências permanecem no mesmo local da onda que a criou e a partir desse local começa a se expandir agregando experiências a si mesma e a onda principal que a comporta

            O fato de um espirito de luz atender milhões de pedidos ao mesmo tempo está seguramente relacionado com a extensão e complexidade dessas ondas, essas ondas são formadas de pacotes de ondas menores cada pacote contendo todas as características da onda principal, cada onda que forma o conjunto da onda principal, tem em potencial a sabedoria e a capacidade da onda principal e é capaz de agir de forma independente, como é no nosso caso que também somos formados por ondas. todo nosso ser é formado por ondas, mas estamos tratando aqui apenas das ondas conscienciais, por isso quando afirmo que somos parte de um conjunto de ondas maiores o leitor deve entender que as ondas que formam os átomos de nosso corpo material ficam em segundo plano, embora essas ondas também tenha seu grau de importância elas são um agregado de ondas montado pelo espirito, sendo então totalmente moldadas e dirigidas por características especiais de nossa alma.

            Todos os átomos são compostos de ondas, são ondas que formam os quarks os quais se tornam um centro de atração magnética atraindo para si ondas especificas que formam os outros elementos do átomo, o elétron, por exemplo, é luz, e luz é onda. partindo desse princípio nós somos compostos em grande parte de luz, e por isso também podemos deduzir com segurança que somos um pacote de ondas, incluindo nosso corpo material, nossos corpos sutis e até nosso espirito, quando encarnamos nosso espirito é inserido no momento da junção dos gametas, mas esse espirito já vem completo com suas qualidades e defeitos e esse é um dos fatores que determinarão que tipo de corpo será construído, o espirito que em uma vida passada arrancou a perna de um irmão pode ter seu corpo moldado sem a perna, obedecendo a lei da ação e reação, isso ocorrerá porque seu períspirito que será o molde do seu corpo material estará sem a perna,  assim também são as entidades superiores, como os mentores e outras entidades mais evoluídas, são todos pacotes de ondas, só que os espíritos mais evoluídos manipulam muito bem essas ondas e com isso podem assumir várias aparências, essas ondas jamais se extinguem mesmo nos processos mais dramáticos de evolução ou de redução vibracional, elas podem somente se transformarem, no processo de reencarnação, por exemplo, o períspirito antes de se unir à matérias sofre transformações radicais para se adequar à matéria, mas mesmo assim esse espirito continua sendo ondas astrais, os espíritos na realidade são pacotes de ondas bem sólidos, não conseguimos vê-lo porque nosso cérebro não tem os registros e os recursos necessários para identificar o comprimento de ondas que eles vibram. 

             É desta forma também que nossa alma integra um conjunto de ondas maior, com a diferença de que temos livre arbítrio e dentro do nosso processo de expansão da consciência temos liberdade para fazer aquilo que vai expandir nossa consciência em direção ao amor e a perfeição divina, esse é o proposito supremo. Explicando melhor, a consciência quando atinge um determinado nível adquire o poder de raciocínio e a responsabilidade necessária para responder por seus próprios atos, e nesse ponto evolutivo as ondas concienciais superiores não tem mais o domínio total dessa consciência agregada, podendo apenas emitir sugestões, deixando a consciência livre para seguir ou não essas sugestões.

     

                                                                                                                                                     ###############                                                                                                                               

                                         051 

                                                                                                                                                ###############

                                                                                                           

                                                                                                                       


                                                                                                                   Superconsciente coletivo

            No livro as almas dos animais, o animal morre sobe e acrescenta toda sua experiência em uma alma coletiva outros animais que nascem, trazem daquela alma coletiva experiência com vivencias de outro animais, na verdade o ser humano também é assim o ser inteligente existe um registro coletivo de todas onde todas as experiências vividas é registrada nesse registro instantaneamente as pessoas novas que nascem como os índicos e os cristais, trazem experiências boas dessas coletividades, as experiências boas então registradas separadas das experiências ruins, as experiências e aprendizados bons, o resumo das experiências que é um bom aprendizado esse é o suprassumo que vem já no registro das pessoas que nascem, por isso que as crianças nascem cada vez mais desenvolvidas.

                       Consciente coletivo da matéria

            Estamos encarnando numa sopa de informações; conforme a família e o local que reencarnamos adquirimos, registramos e agregamos as informações necessárias para construir nossas experiências de vida, é como um consciente coletivo, aqui no mesmo plano estão todas as informações, e essas informações hoje nós podemos encontrar em uma grande concentração na internet que é um campo de informações comum a todos, nesse plano, ou nessa consciência coletiva, então o que cada um busca nesse mar de informações disponível no planeta, e cada um busca o que mais interessa, conforme seu querer e sua vontade.

            Só que paralelo a isso quando somos crianças, buscamos essas informações de forma intensa e o que vai nos trazer essas informações é o meio familiar e social que vivemos além do nosso querer; as pessoas que nos influencia e os comportamentos que copiamos tem um protótipo interno, o que vai definir isso são as características do nosso espírito da nossa alma, a nossa tendência.

            Então aqui também no plano material existe uma de deposito coletivo de informações.

            Cada espirito encarnado sintonizará e buscará suas ações conforme seu nível moral; o político corrupto buscará informações de como ser político e de como ser corrupto, o alcoólatra buscará o bar e a companhia de outros alcoólatras que apoiarão e incentivarão suas ações.  

                         A humanidade é uma autocriação

           Á humanidade foi dado princípios conscienciais e alguns conceitos. em cima desses princípios concienciais, ou desses conceitos inconscientes, que são os instintos, a humanidade foi se autocriando, foi acrescentando no campo consciencial coletivo as experiências que foi vivenciando, e essas experiências foram gerando mais experiências, em um processo de se autocriar, de se auto evoluir, acompanhado sempre de consciências maiores onde estão localizadas nossa consciência coletiva, essas consciências maiores são as ondas portadoras geradas pelos espíritos mais evoluídos, esses espíritos nos acompanham, nos orienta e nos ajuda; são eles: jesus, os mentores; etc. 


                                                                                                                                                    ###############

                                          051

                                                                                                                                                     ###############


                                                                                                       

                                                                                                                          Vontade da alma

               Uma das forças que comanda nossas ações é a vontade, e essa vontade já existe, só que essa vontade é determinada e conduzida pelo subconsciente, pelos instintos, como o instinto sexual que está no subconsciente, então quando a pessoa cruel ou a pessoa que rouba tem um histórico disso no subconsciente ela não tem a moral, então esse histórico conduz a vontade para consumar o ato, devemos então programar o subconsciente para aceitar apenas a vontade da alma.

                                                                                                                                    Expansão de ondas espirituais

A onda transporta energia sem transportar matéria, ou seja, a formação básica da onda que é a parte portadora da onda que carrega as energias não carrega a matéria da onda, a partícula da onda que seria a base, carrega só as informações, mas essas ondas não se transporta elas apenas se expandem como se construindo uma onda de partícula; vamos supor assim, se expande e vai construindo outra onda de partícula na frente, mas  essas partículas não são transportadas em cima da onda de partícula, o que são transportadas em cima das ondas de partículas só as  informações de frequências maiores então nós como ondas em cima de uma onda maior vamos estar sempre no mesmo ponto da onda transportadora e então nós vamos expandido em nossa própria direção, mas sem sair do ponto em que nos encontramos nessa onda. Nós nos encontramos nessa onda e estaremos expandindo como onda, mas como partícula nós estaremos sendo transportados, isso por que estamos fixados nesse ponto da onda transportadora que como já foi dito não transporta partículas, conforme onda portadora se movimenta nós vamos sendo carregado, mas sem sair daquele ponto da onda e ao mesmo tempo nós vamos também expandindo em nossa própria direção e carregando  nossas informações, vamos nos produzindo nos construindo e carregando nossas informações para frente. Então nós estamos sendo transportados mas sempre no mesmo lócus da onda, e assim nos distanciamos cada vez mais do centro da onda portadora nos tornando cada vez mais independentes.

Percebam que essa onda portadora que nos cria se expande e se completa cada vez mais com nossa autocriação, ou com os valores e experiências que vamos adquirindo e incorporando.  

     

                                                                                                                                                             ###############                                                                                                                               

                                            050

                                                                                                                                                            ###############

             

                                

                                       Chakras

Chakra é a denominação sânscrita dada aos centros de força existentes nos corpos espirituais do homem.

Filamentos energéticos intrínsecos formam a rede que compõe o corpo etéreo, esses filamentos conduz energia por todo o corpo etéreo e para o interior dos outros corpos, podemos dizer que são filamentos que tem início e fim, seus terminais são especializados tanto para receber como para transmitir energias em comprimento de ondas específicos. Os filamentos principais receptores de energia tem seu encontro ou ponto de partida em sete locais diferentes do corpo.

Esses pontos são formados por uma espécie de disco colorido que giram constantemente; a camada principal do disco gira em sentido horário atraindo para dentro de si energias universais que se encontram dissolvidas interpenetradas em todos os espaços do universo, outra parte deste disco gira em sentido anti-horário exteriorizando energias dos corpos sutis, tanto energias negativas quanto positivas são absorvidas e exteriorizadas, isso vai depender dos sentimentos e dos pensamentos que a pessoa carrega.

São esses discos que recebem a denominação de chakras, escritos com a letra k simplesmente por ter sua origem no sânscrito.

O chakra principal é o coronário localizado no centro alto da cabeça, veja abaixo uma lista com o nome desses chakras e suas localizações 

1. Centro básico ou fundamental – base da coluna

2. Centro sacro ou sexual (genésico) - Entre o osso púbico e o umbigo; o ponto exato varia de pessoa para pessoa.

3. Centro solar ou umbilical (gástrico) – estomago

4. Centro cardíaco – na altura do coração

5. Centro laríngeo - garganta

6. Centro frontal ou cerebral - testa

7. Centro coronário no alto da cabeça

Apesar dos filamentos que formam os chakras não terem a mesma natureza dos nervos do corpo físico, estão diretamente ligados a eles levando energia de reparo tanto para o sistema autônomo e periférico, como para medula espinhal, concluindo-se que essas energias chegam em todos os pontos do corpo físico e de todos os outros corpos.

O livro de Alice Bailey, intitulado “mecanismos da alma” traz algumas definições de filósofos importantes que se ocuparam deste tema, é aconselhável que você leia com atenção para que possa entender melhor o assunto.

Em O Homem e seu Porvir nós lemos:

"Com respeito aos nadis ou artérias da forma sutil, não se deve confundi-los com as artérias do corpo, por onde circula o sangue; fisiologicamente correspondem mais às ramificações do sistema nervoso, pois são especialmente 112 descritas como luminosas.

Assim como o fogo está de certo modo polarizado na luz e no calor, o estado sutil está vinculado ao estado corpóreo de dois modos diferentes e complementares: pelo sangue, relacionado à qualidade calórica e pelo sistema nervoso, no que diz respeito à qualidade luminosa. Não obstante, deve-se compreender que entre os nadis e os nervos só há uma simples analogia e não uma identificação, pois os primeiros não são corpóreos e, na realidade, trata-se de dois reinos distintos na individualidade integral. Quando se afirma, de modo análogo, que existe uma relação entre as funções destes nadis e a respiração, por ser essencial para a sustentação da vida, não se deve deduzir de modo algum que sejam os nadis uma espécie de condutores por onde circula o ar. Isto seria confundir o "sopro vital" (prana), que pertence adequadamente à manifestação sutil, com o elemento corpóreo.

"Afirma-se que o número total de nadis é de setenta e dois mil. Segundo outros, seriam setecentos e vinte milhões. Porém a diferença aqui é mais aparente que real, pois, como sempre sucede em tais casos, estes números devem ser tomados de forma simbólica, e não textualmente."

Rama Prasad, utilizando a palavra hindu "lotus" para designar o chakra ou centro de força, faz um interessante comentário a este respeito: "Os plexos nervosos dos modernos anatomistas coincidem com estes centros. Pelo que foi dito anteriormente, pareceria como se os centros estivessem constituídos por vasos sanguíneos. A única diferença entre os nervos e os vasos sanguíneos é a diferença que há entre os veículos dos pranas positivo e negativo. Os nervos são positivos e os vasos sanguíneos constituem o sistema negativo do corpo. Onde houver nervos, haverá os correspondentes vasos sanguíneos. Ambos são indistintamente chamados de nadis. Uma série tem por centro o lotus do coração; a outra o lotus de mil pétalas do cérebro.

O sistema de vasos sanguíneos é uma representação exata do sistema nervoso, sendo, na verdade, somente sua sombra. Do mesmo modo que o coração, o cérebro tem suas divisões superior e inferior o cérebro e o cerebelo e também suas divisões direita e esquerda." Os centros de força estão situados ao longo da coluna vertebral e na cabeça.

Arthur Avalon disse:

"Uma descrição dos chakras implica, em primeiro lugar, uma enumeração do sistema central e autônomo da anatomia e da fisiologia ocidentais; em segundo lugar, uma explicação do sistema nervoso tântrico e dos chakras e, finalmente, uma correlação dos dois sistemas, até onde seja possível, nos aspectos anatómico e fisiológico, porque o resto é em geral, privativo do ocultismo tântrico.

"A teoria tântrica relativa aos chakras e ao sahasrara, refere-se ao aspecto fisiológico... em relação com o sistema nervoso central, que compreende o cérebro ou encéfalo contido no crânio, e a medula espinhal, contida na coluna vertebral (Merudanda).

É digno de observação que, assim como há cinco centros (chakras), a coluna vertebral está dividida em cinco regiões que, começando pela inferior, são: a coccigeana, que consta de quatro vértebras inferiores imperfeitas, com frequência soldadas num osso chamado cóccix; a região sacra, composta de cinco vértebras soldadas em um só osso chamado sacro; a região lombar ou região dos rins constituída por cinco vértebras; a região dorsal ou região da espádua, formada por doze vértebras; a região cervical, ou região do pescoço, que tem sete vértebras. Como se vê, em diferentes partes, a medula mostra diversas características para cada uma região. Falando grosseiramente, estas regiões correspondem às que têm sido assinaladas como submetidas ao controle dos centros ou chakras Muladhara, Svadhishthana, Manipura, Anahata e Vishuddha.

O sistema central tem relação com o periférico por meio dos trinta e um nervos espinhais e doze nervos cranianos que, por sua vez, são aferentes e eferentes ou sensitivos e motores, que produzem a sensação ou a ação estimuladora. Dos nervos cranianos, os últimos seis surgem do bulbo e os outros seis, exceto os nervos olfativo e ótico, das panes do cérebro que estão de frente ao bulbo.

Os escritores das escolas Yoga e Tântrica empregam o termo Nadi, em lugar de nervos. Além disso, como foi dito, referem-se aos nervos cranianos quando falam dos Shiras, nunca empregando esta última para designar as artérias, como se faz na literatura médica.

Sem dúvida, deve-se observar que os Nadis Yoga não são os nervos materiais comuns, mas sim as linhas mais sutis pelas quais circulam as forças vitais.

Os nervos espinhais depois que saem do intervertebral, entram em comunicação com os cordões ganglionares do sistema nervoso autónomo, que estão em ambos os lados da coluna vertebral.

A medula espinhal se estende no homem desde a borda superior do atlas, debaixo do cerebelo, penetrando no bulbo e abrindo-se finalmente no quarto ventrículo do cérebro, descendo até a segunda vértebra lombar, de onde se estreita e afina até um ponto chamado filamento terminal."

Como o anteriormente exposto refere-se ao sistema tântrico, deve-se observar que a referência é feita a um sistema hindu de controle de energia com segurança unicamente para aqueles que possuem o mais puro e elevado caráter moral, pureza de vida e de pensamento.

Certas práticas e escolas que se aviltaram, apareceram no Oriente e Ocidente, ensinando práticas chamadas tântricas, e nunca serão condenadas com excessiva severidade.

Estes centros de força não estão situados meramente ao longo da coluna vertebral e na cabeça, como se tem indicado, mas estão relacionados uns aos outros por meio da coluna, numa relação demasiado intrincada para ser detalhado aqui.

Dos sete centros, dois estão na cabeça e cinco na coluna vertebral. Os dois centros da cabeça se relacionam diretamente com as faculdades da mente e do movimento. O centro Sahasrara (centro coronariano), chamado comumente de lótus de mil pétalas é a corporifícação da energia espiritual, manifestada como vontade, mente abstrata, espiritual ou intuição. O centro ajna, ou centro entre as sobrancelhas, diz respeito à mente inferior e à natureza psíquica do organismo integrado, denominado homem, a personalidade.

Os cinco centros da coluna vertebral então dizem respeito às diversas atividades do organismo, mediante os quais o homem manifesta seu instinto animal, suas reações emocionais e a intenção de sua vida. Tais centros são, em grande parte, dirigidos pela força que entra e sai dos centros da cabeça.

No Poder da Serpente, Arthur Avalon diz que: "Os centros influem não só sobre as combinações musculares, relativas aos movimentos da vontade, mas também sobre as funções de inervação vascular, de secreção e outras análogas que têm seus centros mais ou menos localizados na medula espinhal. Sem dúvida, diz-se que os centros cerebrais dirigem estas funções somente em relação com as manifestações da volição, do sentimento e da emoção, e que os centros raquídeanos com o sistema autónomo subordinado, constituem o mecanismo de adaptação inconsciente, de acordo com as condições variáveis de estímulo, essenciais para a continuidade da existência do organismo. O bulbo é. além disso e por sua vez, como um canal de comunicação entre os centros superiores e a periferia e um centro independente que regula as funções de maior importância no sistema.

Deve-se observar que, as fibras nervosas que levam os impulsos motores que descem do cérebro até a medula espinhal, e quase que subitamente cruzam a medula de um lado para o outro na altura do bulbo, fato mencionado nos Tantras quando é descrito o Mukta Triveni.

Este último está conectado por numerosos condutos aferentes e eferentes, com o cerebelo e os gânglios cerebrais. Acima do cerebelo está o cérebro, cuja atividade está associada com a volição consciente, a ideia e a origem dos movimentos voluntários.

A noção de consciência, tema introspectivo da Psicologia, não deve ser confundida com a função fisiológica. Por isto, não existe um órgão da consciência, porque a consciência não é um conceito orgânico, e nada tem a ver com o conceito fisiológico de energia, cujo aspecto interno introspectivo representa.

A natureza do nexo fisiológico que suas partes e o resto do corpo forniam entre si. Sem dúvida, pode-se supor, em geral, (segundo se diz) que existem razões pelas quais há centros nervosos no sistema central, relacionados de um modo especial com mecanismos especialmente sensitivos, de secreção ou motores, e centros tais como o pretenso centro gênito-espinhal, para uma ação fisiológica determinada, existentes em determinada porção da medula espinhal.

O aspecto sutil de tais centros é denominado chakra, como expressão de consciência (chaitanya), corporificada em várias fornias de maya shakti.

Os centros estão relacionados, através de condutores, com os órgãos genitais, da excreção, da digestão, da ação cardíaca e da respiração, em relação final com os chakras: Muladhara, Svadhisthana, Manipura, Anahata e Vishuddha, respectivamente; assim como se tem assinalado meios de relação especial, mesmo que não exclusivos, com diversos processos perceptivos, da volição e da imaginação."  Estes centros variam em atividade, segundo o estágio de evolução do indivíduo.

Em algumas pessoas certos centros estão "despertos", e em outras pessoas os mesmos podem estar relativamente passivos; e ainda em outras, o centro do plexo solar estará ativo ou predominará, e também em outras o mesmo acontecerá com o centro cardíaco ou com o laríngeo.

São muito poucas as pessoas que têm ativo, hoje, o centro coronário. Falando generalizadamente, nos selvagens e nos pouco evoluídos, os três centros situados abaixo do diafragma (os centros da base da coluna vertebral, do sacro e do plexo solar) estão ativos e dominantes, porém os situados acima do diafragma permanecem "adormecidos". Na humanidade comum, o centro laríngeo está começando a se fazer sentir, estando ainda adormecidos os centros cardíaco e coronário.

No ser humano altamente evoluído, no líder da raça, no filósofo intuitivo e no cientista, assim como nos grandes santos, o centro coronário e o cardíaco começam a fazer sentir sua vibração; a prioridade do centro coronário e do cardíaco é determinada pelo tipo de pessoa e pela qualidade da consciência emocional e mental.

De acordo, pois, com o desenvolvimento do homem, estes centros de força se vivificam e predominam e, segundo sua vivência, fazem sentir sua presença junto a diversos tipos de atividades. Os centros abaixo do diafragma comandam a vida física da forma material e a vida psíquica animal, que existem tanto no homem quanto no animal. Os que estão acima do diafragma estão ligados à vida intelectual e espiritual, e produzem as atividades em que o homem demonstra ser diferente e superior ao animal, e que proporcionam sua ascenção na escala da evolução.

Esses conceitos orientais foram estudados e desenvolvidos durante milênios e mais recentemente vem sendo confirmados e melhorados pela espiritualidade maior que consegue se comunicar conosco, naquela época se usava muita simbologia e chavões no intuito de tornar aceitável os conceitos descritos, hoje em dia a ciência já confirma muitos desses fatos através de estudiosos como Delane e outros.

 

         

                                                                                                                                                    ###############                                                                                                                               

                                         049 

                                                                                                                                                     ###############

                                   


                                                                                                                                                                                                                         

                                                                                                                    Vibrações dos sentimentos

            Para entendermos esse tipo de vibração começarei pela definição de ressonância, e para melhor entendimento usarei como exemplo a diapasão, que é uma ferramenta usada para afinar instrumentos, antigamente era uma estrutura metálica em forma de gancho que conforme era tocado emitia cada uma das notas musicais, hoje podemos encontrar esse recurso em programas de computador, quando uma nota é emitida pelo programa ela se propaga e aciona as cordas ou ferramentas que tocam a mesma nota no instrumento a ser afinado, esse fenômeno é conhecido como ressonância, é a sintonia da nota emitida com o conjunto de ferramentas do instrumento musical que produz a mesma nota fazendo-o vibrar na mesma frequência da nota emitida, por exemplo a nota “me” emitida pela diapasão, fará vibra o instrumento musical que reproduzirá a mesma nota “me” emitida.

            Da mesma forma quando nós emitimos vibrações originarias de sentimentos negativos essas vibrações sintonizarão sentimentos de igual natureza.

            Felizmente para os sentimento positivos essas leis também são validas, como sabemos as emoções são os reflexos dos sentimentos e na maioria dos casos são essas emoções que fazem vibrar os sentimento quando por exemplo, alguém pede perdão com o coração vibrando na frequência do arrependimento, mesmo que esse alguém não tenha amor no coração essa vibração fará vibrar o amor em espíritos que tenham esse sentimento, a partir do momento que esse amor é acionado no espirito receptor, outra emoção, que é a piedade, é emitida pelo amor provocando uma ação desse espirito no sentido de ajudar o espirito em oração.

            Desta forma todos os seres bons ou ruins que oram com fé, gratidão, arrependimento etc. serão atendidos pelas entidades de graus mais adiantados.

            Esse não é o caso de sintonia reciproca pois nossa consciência não tem a sutilidade necessária para vibrar infinitas vezes por segundo como o fazem as consciências mais evoluídas.

            Na maioria das vezes a sintonia mutua ocorre com os sentimentos negativos, uma pessoa que vibra com os sentimento de crueldade sintonizará a atrairá para seu ciclo evolutivo os sentimentos e situações de crueldade, os iguais se atraem excetuando o caso do amor fraterno, onde uma entidade evoluída em amor sente a necessidade de auxiliar os menos evoluídos.

            Todas emanações vibracionais originarias no pensamento e nos sentimento são de altíssima frequência e sempre encontra formas de se propagarem em nossa dimensão material e em outras dimensões indetectáveis por nosso sentidos físicos, essas altíssimas vibrações podem ser transportadas inclusive por elétrons que se alternam entre a condição de ondas ou partículas conforme a posição que se encontra em sua viagem da dimensão material para a dimensão espiritual e vice-versa, nesse vai e vem os elétrons como outras partículas de igual natureza promove uma infinidade de intercâmbios de informações e vibrações entre as várias dimensões existentes.

            Em muitos casos nosso próprio organismo está estruturado para responder as vibrações de nossas emoções, quando sentimos vergonha, muitas vezes nosso rosto se roboriza em resposta a vibração desse sentimento, nesse caso o que ocorre é ampliação das ondas vibracionais originaria do sentimento, essa onda é emitida em alta frequência pela sentimento de vergonha, mas ressoa aumentando seu cumprimento e consequentemente diminuindo sua frequência por estruturas próprias existentes no organismo, da mesma forma os seres menos evoluídos dotados de determinadas estruturas conseguem se comunicar com entidades infinitamente mais evoluídas, nesse caso  a vibração emitida pela entidade superior, vai aumentando de densidade até chegar a glândula pineal do receptor onde recebe a transformação final que possibilita a interpretação pelos órgãos sensoriais do receptor.

            Os átomos, como tudo que existe, são formados por vibrações de vários níveis, como todo nosso ser também é formado por vibrações mais ou menos sintetizadas, por esse motivo somos alimentados por variados tipos de energias, nossos corpos astrais requerem energias mais sutis, como o prama e outras energias já identificadas, e nosso corpo físico e alimentado pela energia solar captada pelas plantas e repassadas para nós, e naturalmente também pelas energias retiradas dos nutrientes que as plantas selecionam no solo.


   

                                                                                                                                                      ###############                                                                                                                               

                                          047 

                                                                                                                                                      ###############

                                                                                       


                                                                                                                      

                            Estrutura da alma

            Iniciaremos este tema com as questões 141 e 420 do livro dos espirito de Allan Kardec.

            141. Há alguma coisa de verdadeiro na opinião dos que pretendem que a alma é exterior ao corpo e o circunvolve?

            “A alma não se acha encerrada no corpo, qual pássaro numa gaiola. Irradia e se manifesta exteriormente, como a luz através de um globo de vidro, ou como o som em torno de um centro de sonoridade. Neste sentido se pode dizer que ela é exterior, sem que por isso constitua o envoltório do corpo. A alma tem dois invólucros. Um, sutil e leve: é o primeiro, ao qual chamas períspirito; outro, grosseiro, material e pesado, o corpo. A alma é o centro de todos os envoltórios, como o gérmen em um núcleo, já o temos dito.”

            420. Podem os Espíritos comunicar-se, estando completamente despertos os corpos?

            “O Espírito não se acha encerrado no corpo como numa caixa; irradia por todos os lados. Segue-se que pode comunicar-se com outros Espíritos, mesmo em estado de vigília, se bem que mais dificilmente.”

             Porém, em complemento ao que Kardec disse, hoje já sabemos, por meio de outras revelações espirituais confiáveis, que nossa alma é composta de sete planos vibracionais denominados corpos, e cada um tem suas subdivisões, praticamente todos esses componentes da alma são invisíveis a olho nu, exceto o corpo material que é uma extensão da Terra. Como sabemos nosso corpo material é formado basicamente por átomos de fósforo, nitrogênio e carbono; elementos que são encontrados na natureza, são incorporados pelos vegetais e repassados a nós, motivo pelo qual podemos afirmar que somos um prolongamento do planeta.

            Devido ao fato de nossos olhos serem constituídos desses elementos, podemos identificá-los na presença da luz.

            Nossos outros corpos são denominados corpos sutis e por serem de uma energia mais sutil não podemos identificá-los com os olhos materiais, apesar de serem também constituídos de energia, suas partículas vibram em altíssima frequência e em comprimento de ondas curtíssimos, o que empresta a esses corpos uma capacidade de penetrabilidade difícil de ser imaginada por nosso cérebro, aprofundaremos um pouco mais sobre o tema penetrabilidade no decorrer deste capitulo, no entanto faremos uma pausa agora neste tema para uma melhor descrição dos corpos sutis.

 Corpos sutis

 Função dos corpos sutis

             Somos um ser único, mas formados por camadas verticais, classificadas por alguns pesquisadores como corpos energéticos.

            André Luiz em grande parte de suas obras cita o períspirito e a divisão dos corpos sutis, essas citações podem serem encontradas nas obras: Nosso lar, Evolução em dois mundos e Nos domínios da mediunidade.

Veja algumas definições feitas com base na natureza energética de cada divisão.

Cada nível de vibração energética exerce funções especificas conforme sua composição.

            Todos os corpos existem em função de um único corpo, pelo qual são controlados, este corpo é o mais etéreo vibrando na mais alta frequência.

Posteriormente discutiremos com mais detalhes algumas propriedades e funções deste corpo.

Físico

            Como sabemos o corpo físico conta com entrada de alimento (boca), transformação deste alimento em energia (digestão) e excreção do que não pode ser aproveitado pelo organismo. Assim também são todos os outros corpos, cada um capta e digere energias tão sutis quanto a natureza de sua própria energia. O corpo físico, por exemplo, é constituído de proteína, por isso o alimento solido é necessário para repor a proteína transformada em energia e gasta nas atividades diárias.

            Como já foi dito anteriormente o corpo físico é sempre uma continuação do planeta onde foi criado ou uma sintetização das energias mais sutis produzidas neste planeta, no nosso caso os vegetais extraem da terra os nutrientes que o compõe e repassam estes nutrientes aos animais incluindo os humanos.

            Em todos os corpos, inclusive o físico a composição básica será sempre a luz, energia básica para formação de todas as outras energias.

            O corpo etéreo é um molde perfeito do corpo físico, desenvolvido gradativamente pelo princípio inteligente do ser, este corpo está situado logo após o corpo físico, é como um protótipo ou uma forma que vai sendo construída e preenchida por matéria formando em seu interior o corpo físico, portanto os dois ocupam o mesmo lugar no espaço apenas vibrando em comprimento de ondas diferentes.

            A vibração de cada corpo provoca eco em todos os outros revelando desarmonia no conjunto quando a vibração nasce defeituosa.

 Etérico

            O corpo etéreo é formado pela sintetização da energia produzida pelo corpo físico não incluindo aí necessariamente a formação de bloco de átomos, sua principal composição energética é a gravidade que exerce uma força de atração irresistível por determinadas propriedades da matéria. Também entra em sua composição partículas subatômicas incluindo fótons (pacotes de luz).

 Causal

            O causal é uma espécie de antena que capta energia redistribuindo-as aos outros corpos acoplados, sete pontos principais, chamados chakras, distribuídos estrategicamente captam energias em comprimento de ondas específicas ou cores determinadas. O duplo etéreo é composto de uma energia mais sutil do que o etéreo, não exerce uma força de atração muito grande sobre a matéria e por isso pode se desprender do corpo físico mantendo uma relativa independência. Como este corpo é responsável por captar e distribuir energia, a recuperação e reparação de células do corpo físico são feitas através do sistema de chakra deste corpo, naturalmente esse processo não ocorre de forma direta, pois o astral atua no etéreo e este repassa ao físico. Esta é a sede dos instintos mais primitivos como o sexual e também dos sentimentos menos elevados, como ódio e tristeza, a vontade também se encontra mais saliente neste corpo, catalisando a dificuldade de abandonarmos comportamentos moralmente inadequados.

            Cores dominantes azul do lado esquerdo e laranja do lado direito, para a boa forma deste corpo aconselha-se  evitar ácidos e sedativos, essas substâncias atingem diretamente o duplo etéreo, é a sede da sensibilidade a dor, quando somos anestesiados por exemplo este corpo é parcialmente paralisado e levemente afastado dos outros corpos provocando perturbação interior, tem consciência instintiva e muitas doenças estão localizadas neste corpo refletindo no corpo físico, se expande a cerca de 75cm a 2m depois do corpo físico, transmite para o cérebro todas as vibrações das emoções que o períspirito recebe da alma.

 Mental

            O corpo mental tem sua sede dentro do duplo etéreo na região da cabeça, expressando o pensamento de corpos superiores, está mais diretamente ligado ao cérebro físico. 

            É visualizado pelos clarividentes como uma luz amarela brilhante que surge na altura da cabeça se irradiando pelo pescoço e pelo resto do corpo, é o mais elevado dos três mais diretamente ligados à matéria, é o responsável pelo pensamento e pela criatividade.

O mental está dividido em mental inferior e mental superior.

 Mental inferior 

            O mental inferior é uma aura ovalada que envolve todo o corpo; estende-se de 45cm a 70cm do corpo físico; engloba as percepções simples, através dos cinco sentidos comuns, avalia o mundo; é o primeiro grande banco de dados onde a mente física busca as informações que precisa; tem cores variáveis.

 Mental superior

            O mental superior ou concreto, é a memória criativa; elabora e estrutura princípios e ideias abstratas, buscando sínteses ou conclusões que por sua vez são geradoras de novas ideias e assim por diante, infinitamente. Estende-se de 60cm a 83cm do corpo físico.  Quando ligado às coisas superiores, ocupa-se de estudos e pesquisas visando o aprimoramento do ser; tem forma de uma rosa com nove pétalas, tom cromático de chamas amareladas ou laranja com várias outras nuances de cores, e cada pétala tem um significado por estar ligada ou retratar as vibrações de cada um dos sete níveis, (sendo que o Átma, o Astral e Duplo Etérico são representados por duas pétalas cada, o Búdico está representado pela pétala superior em forma de cálice contendo dentro três pétalas menores representando as três almas, Moral, Intuitiva e Consciencial). É nele que acontece a elaboração do processo responsável pelo avanço científico e tecnológico, além de todo nosso embasamento filosófico. É o corpo que faz avaliações, formula teorias, relaciona símbolos e leis.

            Detentor da vontade e imaginação; é o gerenciador dos programas e ações do ser; Apega-se facilmente ao mando e poder; trata do subjetivo, da imaginação, está mais relacionado com o Eu Superior ou Crístico. 

Esses três níveis são descritos por alguns pesquisadores como um bloco inferior.

 Corpo astral

           Ao contrário do duplo etéreo o corpo astral, não está ligado aos instintos e sim aos sentimentos mais nobres como a compaixão e o amor, quando as pessoas se amam são ligadas por um cordão que se origina neste nível. Assim como o mental inferior é um corpo de expressão do pensamento, o astral é um corpo de manifestação dos sentimentos vindos dos níveis superiores, este nível juntamente com os inferiores forma o períspirito citado por Kardec ou espirito citado pela bíblia.

            É uma das sedes das emoções, é sensível a todos os outros corpos do ser, é um corpo instintivo o que quer dizer que não tem a capacidade de raciocínio, recebe as emoções e impressões em geral e retransmite em forma de vibração; é a parte visível dos espíritos para os clarividentes; está localizado de 15 a 30cm do corpo físico; os espíritos no mundo astral possuem esse corpo e se comunicam através dele, os mais evoluídos não o possui e se comunicam via intuição mental; o astral tem a função da sensibilidade da dor e do prazer; registro das emoções sob vontade, desejos, vícios, sentimentos, paixões, etc.; cor de branca a azulada; sai do corpo no desdobramento.

 Celestial

          O sexto corpo ou celestial, é um nível percebido apenas como uma luz tremulante, é onde vibra os espíritos mais elevados, por isso a sintonia com nosso anjo da guarda ou com entidades espiritualmente mais elevada só é possível através deste nível, motivo pelo qual temos dificuldade em receber comunicações desses seres, na m aioria das vezes sendo possível nossa comunicação com eles apenas pela intuição. Este nível quando bem harmonizado faculta ao amor incondicional e nos liga diretamente a fonte de luz mais pura.

 É composto pelas três Almas: Moral, Intuitiva e Consciencial; é o grande núcleo de potenciação da consciência.

            Lá as experiências e acontecimentos ligados ao ser estão armazenadas e é de lá que partem as ordens do reciclar permanente das experiências mal resolvidas. Expande-se de 75cm a 1m do corpo físico.

            É no corpo celestial que se gravam as ações do espírito; as experiências bem significadas estão ali arquivadas e são patrimônios do espírito; As experiências mal resolvidas são remetidas de volta à personalidade encarnada para novas e melhores significações.

            Quando em trabalho de limpeza dos cordões energéticos que ligam os corpos, observamos que ao se desbloquear os cordões, intensa e luminosa torrente de luz multicor jorra até os corpos inferiores.

            O celestial e o divino formam maravilhoso e indescritível conjunto de cristal e luz girando e flutuando no espaço.

            As três almas do corpo celestial ainda não são a alma principal, apesar de ser o que existe de mais próximo delas.

Alma Moral - Discernimento do bem e do mal; tem a forma de um sol em chamas; comanda o comportamental da entidade encarnada em relação ao meio.

Alma Intuitiva - Intuição, inspiração do gênio científico, literário e artístico; chamas ramificadas, animada de movimento rotatório lento, antena captadora e registradora das informações que vibram no cosmo. Instrumento da inspiração.

Alma consciencial - centro da individualidade espiritual; consciência coordenadora e diretora da vida, elo de ligação com a Centelha Divina.

 Divino

            O sétimo e último corpo é o divino ou causal, é o mais alto nível que pode ser percebido em uma encarnação, é o que alcançamos mais próximo da consciência cósmica.

             Essência ou Centelha Divina; Esfera multifacetada, verdadeiro sol de luzes policrômicas. Inexplicável, indescritível.

            A humanidade ainda não alcançou as bases de conhecimento necessárias para um melhor entendimento deste corpo.

principío vital

2principío vital

principío vital

principío vital

 

                                                                                                                                                      ###############                                                                                                                               

                                          045 

                                                                                                                                                   ###############

                         

                                    

                             Aura e perispírito

               A aura ou duplo etéreo existe em todos os seres vivos, é composta de várias camadas que se iniciam a nível atômico, são emanações de energias emitidas pelas reações físico-químicas dos átomos e por todas as atividades em desenvolvimento e já desenvolvidas pelo ser.

               De acordo com Kardec, "os movimentos mais secretos da alma repercutem no envoltório fluídico". Esses envoltórios são chamados por alguns autores de corpos sutis, é uma tese que também foi defendida nas revelações primitivas do pensamento indiano, mais tarde renovadas por Buda, e através dos tempos por diversas outras doutrinas como a Rosacruz, a Teosofia, etc. vejamos então uma breve explanação sobre esses corpos.

                                Períspirito

                O períspirito é um dos órgãos que serve de redutor vibracional para nosso espírito, visto que este não consegue agir diretamente na matéria, somos espíritos relativamente amadurecidos e por isto vibramos em frequência muito alta para os padrões vibracionais da matéria densa, os átomos que formam a matéria é um vazio imenso, “se pudéssemos suprimir as partes ocas, unindo o núcleo com os elétrons, um homem ficaria reduzido ao tamanho de uma cabeça de alfinete, conservando o seu peso.

               O físico nuclear Ernst Rutheford realizou uma experiência em Manchester que revelou a forma interior do Átomo.

              Os cientistas ficaram atônitos ao descobrirem que o átomo é praticamente um espaço vazio. Apesar disso a vibração do átomo ainda é muito baixa para penetração direta do espirito, e a escala de redução vibracional neste quadro é infinita, mas para uma melhor compreensão podemos classifica-la em três níveis diferentes; imaterial (espírito), semi-material (períspirito) e material (corpo físico). No nosso caso, por exemplo, tanto nosso copo como nosso períspirito são formados por átomos de nitrogênio, carbono, cálcio etc., sintetizados pelos vegetais e repassado para nós.

               Conforme o livro dos espíritos o períspirito é “O laço, que prende o corpo ao Espírito, é uma espécie de envoltório semi- material. A morte é a destruição do invólucro mais grosseiro.

Questão 93 de o livro dos espíritos: O Espírito, propriamente dito, nenhuma cobertura tem, ou, como pretendem alguns, está sempre envolto numa substância qualquer?

“Envolve-o uma substância, vaporosa para os teus olhos, mas ainda bastante grosseira para nós; assaz vaporosa, entretanto, para poder elevar-se na atmosfera e transportar-se aonde queira.”

Questão 94 de o livro dos espíritos: De onde tira o Espírito o seu invólucro semi-material?

“Do fluido universal de cada globo, razão por que não é idêntico em todos os mundos. Passando de um mundo a outro, o Espírito muda de envoltório, como mudais de roupa.”

a) — Assim, quando os Espíritos que habitam mundos superiores vêm ao nosso meio, tomam um perispírito mais grosseiro?

“É necessário que se revistam da vossa matéria, já o dissemos.”

(ALLAN KARDEC, 1857, p.65)

               “A alma se encontra unida à substância perispíritica, que coisa nenhuma pode destruir... (...) Nem os milhões de graus de calor dos sóis ardentes, nem os frios do espaço infinito tem ação sobre esse corpo incorruptível e espiritual. Somente a vontade o pode modificar, não, porém, mudando‐lhe a substância, mas expurgando‐a dos fluidos grosseiros de que se satura no começo de sua evolução”. (DELANE, Gabriel, 1990, p. 288).

               Esta afirmação nos dá uma ideia de que tipo de energia estamos falando, eles não estão fundidos como um só, mas no ponto de ligação com o espírito o períspirito tem praticamente a mesma natureza do espírito e conforme vai se distanciando para a zona periférica esta energia vai se tornando mais densa, até alcançar a zona de contato com o corpo material. Para que fechemos com mais propriedade este texto contendo informações básicas sobre o períspirito, listarei a baixo algumas de suas principais características:

  

            É onde se encontra os sete principais pontos de captação de energia do ser noológico.

            É o reflexo da alma, tudo que vivenciamos reflete na modificação do períspirito.

            Se modifica conforme o avanço moral da alma

            Tem odor característicos, conforme a natureza de sua evolução, que os espíritos desencarnados captam com facilidade.

            Influencia e é influenciado pelo meio energético em que o rodeiam.

            Tem a função de organizar o corpo físico sendo para este um molde perfeito.

            São inúmeras as funções e características do períspirito e as aqui citadas não chegam a ser as mais importantes, é apenas um esboço para se ter uma ideia do que se trata, falaremos disso com mais detalhes em capítulos posteriores.

 

Períspirito amigo

 

Molde perfeito do ser!

Depósito fervilhante de saber!

Energia cinética construtora,

Vida para a alma redentora,

Tem na direção o forte querer!

 

Sabedoria perfeita construída dos anjos!

Dádiva de Deus e dos arcanjos!

Luz multicor de infinita beleza,

Construindo na alma a riqueza,

Átomos em inteligentes arranjos!

 

Quando solto não obedece baliza

 Pelo espaço suavemente desliza

Quando no escuro faísca seu brilho

Pra sua luz não há empecilho

Paira leve e suave como a brisa

 

Beleza de tonalidade ofuscante

Frenesi de alegria fulgurante

Raio iluminado que oferece abrigo

Onde a alma tem incondicional amigo

Oscilando com elegância estonteante

 

Viver para o períspirito é ser quase eterno

Instrumento bendito do pai eterno

Seja vós nosso agente purificador

Seja o bálsamo que cura nossa dor

Seja o provedor do amor fraterno

 

Esteja no infinito como luz de referência

Pouse nos orbes de preferência

Retire do astro rei sua energia latente

Que no futuro de nossa alma esteja ausente

Períspirito amigo, que desvela a inocência

 

Kleber Lages


     

                                                                                                                                                        ###############                                                                                                                               

                                          044

                                                                                                                                                     ###############

                         

                                                                                                

                             O que é consciência

               Consciência é acreditar na existência, é entender o fenômeno, é um conjunto de informações, montadas de forma logica, raciocinada.

               Só a consciência pode nos dar a certeza de nossa própria existência em uma forma mais profunda, ela está diretamente ligada ao sentimento no sentido do conhecimento real desses sentimentos.

               O conhecimento da alma proporcionando a ampliação moral do ser se caracteriza como a própria ampliação da consciência, assim a evolução consciencial é infinita, pois quanto mais aspectos da alma conhecemos, mais detalhes ainda teremos a conhecer, não chegaremos jamais ao nível de consciência do ser que nos criou, nesse aspecto então a evolução consciencial será sempre infinita, mesmo o próprio jesus ainda tem muito o que conhecer em relação ao ser que O criou.

               Deus é a consciência universal que tudo criou, portanto não existe nada fora de deus, e este tem plena consciência de toda sua criação. Somos dentro desse mar de consciência uma semente em desenvolvimento. Na verdade somos sementes da arvore chamada jesus, nossa carne é o adubo da alma e a terra é o adubo da carne.

               Para não ter muito que filosofar podemos resumir dizendo que a consciência humana é o conhecimento de si mesmo em função do desenvolvimento moral.

               A consciência de cada personalidade humana evoluirá até atingir o nível máximo que seu espirito suporta, nesse limite estará o fim de uma encarnação e da formação da personalidade.

                Só o conhecimento de si mesmo não é consciência, o conhecimento só se transforma em consciência quando agrega valores.

                Na falta de uma terminologia determinada, em alguns casos particulares podemos classificar como ondas consciências todos os tipos de conhecimentos, nesse sentido, quando acreditamos na existência de qualquer coisa, é gerada uma onda de fé, a crença em cada coisa gera ondas com característica própria. E essas ondas formam o conjunto de código que fornece a nossa alma a realidade de nossas experiências na matéria, é como um livro que com a organização de suas letras vai fornecendo ao cérebro a essência de seu conteúdo.

                 Portanto as ondas consciências formadas pelas crenças, não só dirige nossa personalidade e nossa vida, como também fornece importantes informações para nossa alma que agrega os valores morais assimiláveis dessas ondas conscienciais, deixando o que não lhe serve acumulado no porão do subconsciente para ser reciclado e assimilado em experiências futuras, no íntimo de nosso espirito existe um esqueleto com terminais que atraem os valores morais gerados na vivencia do dia-a-dia e repele o que moralmente não lhe convém, lembrando que a cada espirito convém apenas a moral que está preparado para assimilar, pois para que um conceito seja assimilado e necessário que esse conceito gere uma onda consciencial de fé.

                    Todo espirito tem uma consciência latente que é um modelo perfeito, é imagem e semelhança do criador, mas com o véu da ignorância jogado sobre si, a perfeição vai se revelando conforme esse véu vai sendo levantado. 

                 

                                                                                                                                                      ###############                                                                                                                               

                                          041 

                                                                                                                                                       ###############

                 


                                                                                 

Falando de amor

 Funde sua pera fundamental em Deus

Seja ela sempre o amor pelos seus

Tenha em mente somente amor divino

Tenha esse amor pelo rico e pelo mendigo

 

Veja sempre com visão espiritual

Não perca tempo com o mal

Ame o amor de pura essência

Com ele nunca pratique absência

 

Vida que vive em outra dimensão

Com amor preenche o coração

Carinho com caricia sustenta

Terno amor que te acalenta

 

Seja bom como a bondade e a ternura

Procure sempre o balsamo que cura

Caminhe confiante no caminho do bem

Faça com amor, o bem sem ver a quem

 

 

Sorria como nunca sorriu na vida

Nunca considere a batalha perdida

Seja alegre como a alegria da criança

Nunca abandone o amor e a esperança

 

Nunca tente, na vida, a tentação do mal

Jesus te oferece proteção sem igual

Tenha fé na vida e tenha fé no mestre

Perceba o amor divino no beija-flor silvestre

 

Ouve a deus sem cantar uma canção vazia

O amor brilha incandescente como o dia

Amanheça de manhã ao sol dando bom-dia

Deite orando a deus acreditando em magia

Deus te ama com infinito amor

 

Kleber Lages

                                                                                                                                                       ###############                                                                                                                               

                                          040 

                                                                                                                                                    ###############


                                                                        

 Formação da energia, da matéria e do universo

 

            Tudo que vamos aprendendo e assimilando, vai sendo integrado à nossa alma como consciência permanente. Toda alma foi criada simples e ignorante, evoluindo a partir de uma onda que se transforma em átomo, que se transforma em molécula que se aglomera se transformando em mineral. Um desses átomos, especificamente o carbono, quando se aglomeram formam os cristais, que com a transformação do universo evolui para o vegetal, que evolui para o animal; a grosso modo é assim que acontece.

             Primeiro é formada a nebulosa, que é uma concentração de energia no espaço, esta concentração de energia é formada entre outros universos que giram em torno dela, esses universos a sua volta estão em expansão, portanto se aproximando desta concentração energética, quando chegam a uma determinada distancia, como estão em alta rotatividade, colocam para girar também a concentração de energia recém formada, esta vai sendo comprimida e diante da alta pressão interna a energia começa a se compactar se transformando em átomo de hélio, a partir da fusão entre esses átomos todos os outros átomos vão surgindo.

            Esta transformação de energia em átomo se inicia no centro da nebulosa onde a pressão é maior, formando aí um eixo central em torno do qual todo o restante da nebulosa passa a girar e a ele se integrar em forma do átomo mais simples que é o hélio.

            Percebam que devido ao giro dos outros universo o giro da energia da nebulosa acontece de fora para dentro comprimindo e compactando cada vez mais o centro que a um determinado grau de pressão explode. ´

            Uma parte do centro no entanto se mantém intacta por estar mais compactado que o restante do material, note que o material espalhado com a explosão fazia parte deste centro e portanto na desintegração as moléculas foram violentamente partidas ficando uma parte no material expelido e uma parte no centro, assim como a tendência de toda molécula é se completar para adquirir o equilíbrio, o material expelido é atraído para o eixo que se manteve intacto, mas a alta velocidade em que estão girando não permite uma aproximação completa, pois todo ponto de atração no eixo central é um ponto de sucção.

            Vamos colocar da seguinte forma para que fique mais claro; todo este material desprendido e o que ficou compactado no centro, pelo giro em alta velocidade que executavam, adquiriram uma forma arredondada, neste ponto já estamos nos referindo a um sistema planetário, um astro no centro onde todos os seus ponto é um ponto de atração para o planeta em sua volta, este planeta sendo mais leve e já estando em alto giro, estará sempre sendo atraído pelo próximo ponto do astro mantendo o giro em torno de se mesmo e em torno do astro, é como a bobina eletromagnética de uma turbina, estude o mecanismo simples de uma bobina e entenderá o que estou dizendo.

            Você poderá questionar, há! mas você nos forneceu aí a força de gravidade do universo, mas como surgiu esta energia para gerar esta força? Lembre-se que mesmo antes de existir o sistema planetário alvo de nosso exemplo, todos os outros universos já estavam girando produzindo ondas e quem tem um conhecimento um pouco mais apurado sobre partícula sabe que ela pode se comportar como onda ou como partícula dependendo da consciência que a controla, isso foi confirmado em laboratório com o seguinte experimento; o pesquisador colocou uma placa de metal em um canto do laboratório, a partir da placa um tubo saia indo até a outra extremidade da sala onde estava um canhão de elétrons, quando o canhão foi disparado obteve-se o resultado previsto, ou seja, marcas de furos produzidos pelo impacto dos elétrons, mas quando resolveram filmar o evento, não apareceu mais marcas de furos e sim de ondas.

            O experimento foi repetido várias vezes com o mesmo resultado, daí se concluindo que o que provocava a transformação no comportamento do elétron (partícula) era a intervenção da consciência do observador, a partir deste evento então passou-se a aceitar a dualidade partícula-onda.

            Voltando a nosso ponto, então o que gerou a energia original da nebulosa foram as ondas produzidas pelo giro dos universos. Vale a pena ressaltar aqui que à partir das primeira ondas que geraram a nebulosa a profundidade-tempo foram formados, duas dimensões que deram suporte ao surgimento da matéria, e o espaço percebido por nós surgiu com a matéria, não consigo ver ainda neste mundo que nos cerca uma quarta dimensão talvez exista e talvez seja apenas uma ilusão virtual, mas estou abordando este aspecto da problemática apenas para que possam perceber que toda esta transformação não acontece no vácuo, todo elemento, partícula ou onda, traz dentro de se as três dimensões, portando todo elemento é uma página em branco onde o tempo grava em sua dimensão de espaço todo movimento interno que gerou sua existência.

           Esse mesmo princípio um pouco mais bordado de complexidade dá origem a consciência que absorve a fagulha divina de amor dando origem ao espirito. Aqui está um resumo do resumo da criação apenas para que possamos perceber que cada um traz dentro de se, embora de forma enublada, a formação de toda nebulosa, desculpe o trocadilho leitor, entenda por toda nebulosa, toda existência.

 

 

                                                                                                                                                       ###############                                                                                                                               

                                          039 

                                                                                                                                                      ###############

                       

                            SEU PODER INVISÍVEL

                A vontade nos move, é um potencial localizado na alma que desenvolve todos os outro potenciais.

                Se uma pessoa tem fome, a vontade de comer se manifesta e ela vai procurar recurso para se suprir. Perceba então que a fome não provocou a ação o movimento da matéria, a fome ativou a vontade e esta provocou a ação.

                 A falta de energia no organismo provocou um sinal químico que foi enviado para o cérebro, a alma captou as vibrações deste movimento ativando a vontade, que acionou o períspirito, que acionou o cérebro, que provocou os movimentos necessário para conseguir alimento.

                 Esta vontade, ainda nos domínio da alma, age diretamente e em primeiro lugar sobre as potencias morais dentro da alma, se a pessoa em questão tem o caráter voltado para crueldade a vontade ativará esta característica como recurso principal para conseguir o objeto do desejo, quando esta pessoa já tem o nível moral mais desenvolvido procura o trabalho honesto para conseguir o que precisa.                                         Conforme Léon Denis: “a vontade é em sua ação, comparável ao imã. A vontade de viver, de desenvolver em nós a vida, atrai-nos novos recursos vitais; tal é o segredo da lei da evolução. A vontade pode atuar com intensidade sobre o corpo fluídico, ativar-lhe as vibrações e, por esta forma, apropria-lo a um modo cada vez mais elevado de sensações, prepara-lo para mais alto grau de existência.”     

               A vontade então exerce sobre a matéria uma atração imensurável provocando as vibrações necessárias para a ação dos músculos a ponto de conseguir os objetos do desejo, esse querer vem da alma e de uma forma ou de outra estará sempre a serviço da evolução humana em direção a perfeição moral, é esta nossa parte na caminhada que Jesus se refere quando diz: “faça de tua parte que eu te ajudarei”; nossa parte é só o querer, é nos colocar a disposição do bem através de nosso livre arbítrio. Se você quer fazer o bem esta é a alavanca que te impulsionará fazendo as coisas acontecerem.      

              A boa noticia é que a vontade pode e deve ser desenvolvida, a má noticia é que a vontade para ser desenvolvida tem que ter o querer que é a vontade. então como fazer? Devemos usar o querer que já temos, seja ele para o mal ou para o bem a vontade o transformará para energia positiva se, por exemplo, esse querer for usado para o vicio do cigarro, esse vicio te trará prejuízos, que te fará tentar parar de fumar, essas tentativas desenvolverão sua força de vontade, moldando seu querer através do sofrimento.       

             Outro método eficiente para o desenvolvimento da vontade sem grandes sofrimentos é escrever na agenda ou no celular uma mensagem descrevendo a vontade como o recurso indispensável para conseguir qualquer coisa na vida, leia periodicamente esta mensagem, assim a vontade de conseguir outras coisas na vida te incentivará a desenvolver sua vontade de ter vontade.          

             A vontade está intimamente ligada, a persistência, a tenacidade, quanto mais se quer uma coisa mais se insiste na aquisição da mesma, também a força e a dedicação que dispensamos na realização de algo vai ser sempre proporcional á força do nosso querer.

            A fé é outro pilar importante que caminha lado a lado com a vontade, temos que desenvolve-la paralelamente com a vontade para podermos dar continuidade a persistência já que ninguém busca uma coisa na qual não acredita. A fé é um alimento da vontade assim como a vontade é um instrumento de realização da fé.

Este artigo foi baseado no livro de Luzia Helena Mathias Arruda ; intitulado “A vontade”   

                                                                                                                                                      ###############                                                                                                                               

                                          038 

                                                                                                                                                        ###############


                               

                            Tristeza e depressão

 

               Uma das energias que mais potencializa a depressão é sem dúvida a tristeza é este um dos sentimentos que mais contribui para a prostração do paciente.

               A tristeza, ao contrário da ira e de outros sentimentos, inibi de forma drástica a energia positiva da pessoa uma vez que bloqueia o entusiasmo pela vida tirando desta forma o poder de reação, aliado a este estado de coisas vem a revolta, pois a grande maioria das pessoa não aceitam o sentimento de tristeza imposto a força por circunstâncias da vida como a perda de pessoas queridas.

              A tristeza gera melancolia, luto, desanimo e prostração, é sem dúvida um sentimento cruel, e a intensidade e o tempo de permanência de sua dor depende da forma como a encaramos, se a pessoa se revolta por causa da tristeza gera dentro de si um caos sem fim onde se perde em uma confusão mental que o impedirá de buscar soluções adequadas.

             Este é um dos motivos pelo qual devemos procurar encarar a tristeza como um dos percalços normais da vida.

              A característica de prostração que traz a tristeza na verdade é um convite a reflexão, sabemos que nada acontece por acaso e o foco do pensamento em um primeiro momento deve ser dirigido para o motivo que desencadeou a tristeza geralmente trata-se da perca de pessoas queridas, ou por falecimento ou por algum outro tipo de separação, feito isso o próximo passo deve ser direcionado pra o propósito do sentimento de tristeza em si que de forma geral trata-se de um remédio amargo, talvez você se pergunte; mas o que fazer se meu filho querido morreu apesar de ser tão jovem? Para início de conversa esta palavra, morreu, não é adequada para a situação, já que ela nos remete a ideia de total e definitiva ausência de algo, devemos ter em mente nesta situação que o acontecimento não passou de uma mudança de estado energético, o filho apenas perdeu o corpo material permanecendo em um corpo mais sutil que é o períspirito, este é um corpo que vibra em um cumprimento de ondas que nossa visão não consegue captar, no entanto seu filho pode te ver e perceber seu desanimo e sua tristeza com pesar, pois pensa ele ser o responsável pelo seu sofrimento, para que você aceite o fato de que seu ente querido não morreu e que continua a seu lado, uma das condições indispensável é acreditar na vida após a morte ou na existência de Deus, quem acredita em Deus sabe que a vida continua. Se você tem dificuldade em aceitar este fato procure textos que trate sobre o assunto dê preferência para os pensadores livres que buscam explicações mais voltadas para o ponto de vista cientifico pois o ideal nesta situação é entender a lógica da coisa.

               E não acreditar só porque Jesus falou, é claro que o mestre jamais se enganaria ou diria inverdades, mas talvez você seja como eu que não acredito no acaso para mim tudo tem que ter uma explicação lógica embora não estejamos intelectualmente prontos para entender tudo que existe.

               A morte é uma situação bastante discutida que estamos preparados para entender não só como acontece, mas também porque acontece. As doutrinas reencarnacionistas como o kardecismo costumam terem explicações bastante plausíveis para esses temas, tente conhece-las sem preconceitos.

               A tristeza é um evento normal que acontece na vida de todos nós, e é assim que deve ser encarada, não como uma coisa definitiva, mas como algo passageiro que tem solução, e quanto mais rápido procurarmos essas soluções melhor, pois quem procura subterfúgios como bebida alcoólica ou baladas só agrava a situação, mesmo para aqueles que procuram esquecer a tristeza se afundando nos compromissos sociais para esquecer acaba comprometendo o tratamento já que a tristeza sendo uma emoção está na alma e não na memória, quanto mais o tempo passa mais difícil fica de identificar os motivos iniciais que causaram este sentimento, acabando por perder-se assim mais um importante elo da corrente, você não conseguindo mais se lembrar do motivo de sua tristeza, esta se tornará apenas um enorme vazio crescendo e te incomodando cada vez mais, podendo até se despontar como depressão. Perceba que a introspecção é facilitada pelas características da tristeza aproveite este ponto para meditar, aceite o fato de estar triste, procure conhecer e entender melhor as leis naturais, se tiver que desabafar com alguém procure uma pessoa que te conheça o suficiente para te ajudar a pensar nos motivos de sua tristeza, ao contrário do que dizem este não é um momento que você precisa de alguém padra concordar com todas as suas desculpas para sua tristeza, o que você precisa é de alguém que te ajude a pensar e que seja sincero com você, te falando a verdade, e desculpe a vulgaridade da expressão mas quem fica puxando seu saco, concordando com tudo que você fala está apenas expressando seu egoísmo, tentando te agradar para continuar a ter sua simpatia e confiança portanto esta pessoa não está realmente pensando em você, está pensando em si própria. 

 

 

                                                                                                                                                       ###############

                                          033

                                                                                                                                                     ###############

                              Moradas do universo      



                                                                           


        

               A casa do pai, a que Jesus se refere é o Universo. São dimensões que vibram em comprimento de ondas diferentes e mundos que circulam no espaço infinito, oferecendo aos espíritos encarnados ou não, moradias conforme seu adiantamento moral.             

                 Nos planetas habitam diferentes espíritos em seus múltiplos corpos perispídicos, uns são felizes, outros infelizes; uns habitam na escuridão, outros na luz; uns vagueiam livres pelos espaços, outros estão presos em seu mundo.

                  Fazemos mudança de morada em toda nossa vida; dificilmente alguém mora no mesmo endereço do nascimento até a morte e quando mudamos de um bairro para outro, a primeira coisa que devemos fazer no endereço novo é conhecer a vizinhança.

                 Assim também devemos fazer quando passamos para o plano espiritual, com a diferença de que neste caso encontramos apoio de parentes e conhecidos da Terra que lá já estão, assim fica mais fácil termos referências sobre esses habitantes do novo mundo.

                 Os mundos não são estáticos, estão em constante progresso, assim os habitantes da Terra, por exemplo, estarão sempre mudando de nível moral e consequentemente elevando o planeta de categoria.

                   Em todas as moradas do Universo há evolução impulsionada pela lei do progresso, os que não acompanham este progresso ficam para traz, e são relegados a mundos menos evoluídos, mais compatíveis com seus níveis morais. Por outro lado, aqueles que atingem o grau máximo que seu mundo comporta são transferidos para um mundo mais evoluído, assim nenhum espírito vive em um só mundo com tudo o que precisa.

                   Todos migram constantemente de um mundo para outro mais ou menos evoluídos.

                   Conforme o ensinamento dos espíritos, os mundos podem ser classificados de três formas gerais: os mundos primitivos onde habitam os espíritos com densidade corporal mais pesada ou mais materializada, e os quais predominam a brutalidade e o egoísmo; mundos de expiação e provas são mais evoluídos, embora aí ainda predomine o mal; é um mundo que tem como tônica o sofrimento de seus habitantes, que diminui conforme esses habitantes que vão evoluindo, e mundo de regeneração onde predomina o bem embora os habitantes desse mundo não sejam perfeitos ainda.

                  Os espíritos já depurados habitam os mundos celestes, onde reina soberanamente o bem. O planeta Terra pertence aos mundos de provas e expiação.                       Naturalmente entre essas categorias há infinitos graus de evolução intercalados, o que torna impossível a nomeação evolutiva individual dos mundos. 

  MUNDOS HABITADOS

 O mestre disse um dia, ouve e meditai!

O Universo em sua beleza,

Guarda muitas moradas do pai!

 

Nobres espíritos disseram certa vez!

Um grande mundo tem sua grandeza,

Um pequeno mundo sua pequenez.

 

Em uma explosão, o Universo se formou!

Criando os planetas,

Que seu espírito um dia habitou!

 

Sabedoria divina infinita!

Coloriu de cor púrpura,

O mundo que hoje habita.

 

A paz que hoje traz contigo!

Conquistastes em um mundo

Que Deus te deu como abrigo.

 

Tens um planeta deslumbrante!

De natureza esplendorosa,

Onde encontra, felicidade abundante.

 

A espaçonave navega tranquila!

De planeta em planeta,

Iluminando a Via-Láctea que brilha!

 

O espírito alegre vaga como borboleta!

Viajando em puro êxtase,

Na cauda de um cometa.

 

No espírito duas coisas definem a leveza!

A luz, origem de tudo,

E da salvação, a certeza!

 

Aquele que não sabe amar!

Vivendo sempre em sofrimento,

 Só será feliz se Jesus enxergar!

Kleber Lages

                                                                                                                                                       ###############

                                          028

                                                                                                                                                       ###############

                                           Data limite

Este é um filme com revelações surpreendentes, sobre o futuro do planeta, feitas pelo nosso querido Xico Xavier

                                                                                                                                                      ###############

                                          027

                                                                                                                                                       ###############

                          Desintoxicando as emoções

Este video pode te ajudar em sua meditaçao

                                                                                                                                                   ###############  

                                          011

                                                                                                                                                   ###############

                 Quociente espiritual, ponto de Deus  

                         

       

            Em 2012, a Academia Científica nos surpreendeu com uma publicação da cientista americana Danah Zohar, onde divulga a descoberta de um terceiro tipo de inteligência denominada “inteligência espiritual” ou “quociente espiritual” (QS), que entra em ação quando a pessoa procura um sentido existencial. Até hoje, dois tipos de inteligência eram conhecido pela ciência: QI ou cociente de inteligência; e QE, inteligência emocional. 

            A filósofa e física americana afirma "A inteligência espiritual coletiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos em uma cultura espiritualmente estúpida, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual". A afirmação da doutora se baseia em pesquisas feitas nos últimos anos por neurólogos, neuropsicólogos, neurolingüistas e técnicos em magnetoencefalografia (que estudam os campos magnéticos e elétricos do cérebro). A área do cérebro estudada é ativada quando se trata de questões religiosas, e está localizada nos lobos temporais, mais especificamente em neurônios desta região que oscilam em uma frequência de 40 herz.

            A forma e a frequência dos neurônios que agem nos três níveis de inteligência são diferentes entre si. Em um artigo sobre EQM (Experiência Quase Morte), postado no site http://www.amebrasil.org.br/portugues/artigosj.htm (Artigo: Espírito e EQM) podemos ler o seguinte. “A ciência médica avança nos estudos acerca do funcionamento da epífise, mas há muito que pesquisar sobre esta minúscula glândula localizada no centro do encéfalo. Acredito que as visões da EQM, bem como as transformações ocorridas com os experientes, têm a participação direta da glândula pineal que, nas manifestações da EQM, tem ascendência sobre o lobo temporal e sistema límbico. É interessante ressaltar que alguns pesquisadores encontraram sobreviventes de EQM cujos enredos, do outro lado, envolveram uma retrospectiva de vidas passadas. Muitos desses sobreviventes passam a aceitar a reencarnação como um fato normal da vida.”

           Como podemos perceber o espiritismo já fazia referência ao lobo temporal como participante ativo no processo de espiritualização, e os experimentos científicos só vieram a confirmar isto.  

           A inteligência espiritual aborda questões mais profundas que transcendem nossos sentidos físicos. Com isso alguns conceitos mudam de posição como, por exemplo, a expressão do conceito Deus em nosso interior não foi inserido pela cultura nem pela religião, já nascemos com este conceito e na verdade as religiões são expressões desses conceitos. Por isso esta área de nosso cérebro foi batizada ‘como ponto de Deus’.

           Algumas das abordagens feitas pelo quociente espiritual de pessoas que tem esta área mais desenvolvida são: desenvolver valores éticos; aumento da criatividade, ter objetivos espirituais; resolver problemas existenciais entre outras coisas.

            Conforme a pesquisa de Danah, as pessoas mais desenvolvidas neste sentido, têm pelo menos dez características em comum: buscam o autoconhecimento para reforma íntima; são conduzidas por valores; lidam facilmente com as adversidades; procuram soluções a partir do todo; celebram a diversidade; são independentes; sempre perguntam o porquê das coisas; explanam melhor as situações, são espontâneos e têm compaixão.

            Pela experiência da inteligência espiritual nos localizamos em um contexto social onde tudo está interligado, onde o sentido da vida não se restringe a valores matérias, mas se amplia revelando também a necessidade de valores éticos e morais.

 

Ponto de Deus

 

Fagulha de luz divina

Criatura de Deus nascida

Radiante e cheio de vida

Tendo a religião escolhida

Garante uma vida polida

 

 Tem no lobo temporal

A morada do pai eterno

Um sublime Deus interno

Que faz dele um ser fraterno

Aquecendo o pobre no inverno

 

Sou eu, é ele e é você.

Seres de amor fulgurante

De caridade brilhante

De serenidade gigante

Sempre do amor, amante.

 

Pureza moldada a ferro e fogo

Habita dentro de si, com efeito,

O ser eternamente perfeito

Tendo sido você o grande eleito

Para abrigar um ser sem defeito

 

No âmago do seu ser

Presença divina vibrante

Benção infinita constante

Paixão forte e abrasante

Vontade de viver incessante

 

Frágil broto de Deus

Que desponta radiante

Em um planeta distante

Tem força de gigante

E brilha como diamante

 

 Filho da consciência cósmica

Preenchendo todo o universo

No fluido universal imerso

Buscando o eterno progresso

Nasceu fadado ao sucesso

 

Está dentro de tudo

Tem dentro de si o todo

Sagaz como dragão-de-komodo

Não se seduz pelo engodo

Sempre belo e esplendoroso

 

Dito ser humano

Nascido para humano ser

Espécie surgida para vencer

Sem diante de nada deter

Destinado a amar e crescer

 

Gotas de amor divino

Que todo o cosmos enche

Seja salinense ou parisiense

Em qualquer nação a qual pertence

Surgiu de estrela incandescente

 

Vivendo no céu e no inferno

Sofrendo como lobos famintos

Tendo no amor os sentidos

Preenchidos por mornos instintos

Que evoluem para sentimentos distintos

 

Como uma produção em série

Deus vai te construindo

Sua própria energia consumindo

Com ternura te assumindo

Em você, sua essência resumindo.

 

Porção de consciência destacada

Consciência eterna que vai além

Com idade de matusalém

Crescendo sempre na prática do bem

Doando com amor sem olhar a quem

 

Raio rosa de luz

Sabedoria eterna e infinita

Criatura linda e bendita

Que a Terra e o céu habita

Sempre vibrante ressuscita.

 

Kleber Lages

     

                                                                                                                                                        ###############

                                           026

                                                                                                                                                          ###############

                                               

                                        Profetas


                                                                                                            

                                             

               Não há nada de extraordinário no espiritismo. Todos os fenômenos se dão por decreto de leis, como em qualquer outra ciência.

                E as leis que estão sendo reveladas pelo espiritismo são principalmente as que regem as relações entre o mundo material e o espiritual.

                Com o desenvolvimento da mediunidade e da própria humanidade, muitos espíritos enganadores, hipócritas e pseudos[N1]  estão usando de manifestações mirabolantes para enganar com mais facilidade, fazendo - se passar por bons espíritos. Felizmente a pessoa um pouco mais preparada está sempre apta a reconhecer uma manifestação mal intencionada.

                As características pelos quais podemos reconhecer os bons espíritos são morais e jamais materiais.

                Estas características estão contidas no conteúdo da fala do espírito, e  a maior referência para comparação desses conteúdos hoje, são as obras de Alan Kardec, incluindo  este texto, que foi baseado em “Evangelho, segundo o Espiritismo”, , comparando o que o espírito diz com o que descreve a codificação de Kardec, e podendo perceber se este espírito esta preparado, ou bem intencionado.

                Um espírito pode estar despreparado intelectualmente, mas ter um elevado nível de amor, o que fará dele um bom espírito, assim como o inverso também pode acontecer; o espírito pode estar bem desenvolvido intelectualmente, mas não ter amor no coração, o que faz dele um perigoso falso profeta. A linguagem, a forma como diz as coisas, geralmente está ligada ao grau de adiantamento moral do espírito; a bondade e a afabilidade pertencem aos bons espíritos.

                 Os verdadeiros profetas sempre terão características mais facilmente detectáveis como moderação, humildade, doçura, afabilidade. O falso profeta fala aos gritos com medo de não ser acreditado, já o verdadeiro profeta se preocupa mais com sua missão do que consigo mesmo; o falso profeta se preocupa com sua imagem em se destacar, é vaidoso, e por isso inconsequente. O verdadeiro profeta procura valorizar os ensinamentos transmitidos; os falsos profetas procuram valorizar a si mesmo.

              Há mais falsos profetas no mundo espiritual do que no mundo material. Esses falsos profetas da erraticidade devem ser analisados tanto do ponto de vista moral como intelectual, pois para ensinar é preciso que tenha o domínio sobre o que estão ensinando.

             Os falsos profetas tentam resolver as coisas com práticas pueris que nada tem haver com ciências. Nenhum grupo de médiuns tem o privilégio da exclusividade das informações.
            A verdade quando é manifestada pelos espíritos, é revelada em vários grupos diferentes, mesmo que esses grupos não tenham contato entre si. Todo médium ou grupo de médiuns, que acredita ter informações exclusivas de espíritos, que dá nomes venerados e respeitados por todos, e que, no entanto estimulam práticas de superstição, são sempre um caso de obsessão, onde o espírito esta preparando a vítima para explorar futuramente[N1]Pseudo já dá a ideia de falsidade.

                                                                                                                                                       ###############

                                          025

                                                                                                                                                      ###############

                                O homem de bem

               

                                                                         

                    

               O homem de bem trata os outros como gostaria de ser tratado, faz ao outro só o que gostaria que fizessem a si mesmo, analisa sempre suas ações procurando ajudar o máximo possível o próximo.  

                Acredita em Deus e em sua bondade; coloca os bens espirituais acima dos bens materiais; acredita na justiça Divina, por isso aceita todas as diversidades da vida sem murmurar; retribui o mal com o bem, toma a defesa do fraco; sacrifica sempre seu interesse à justiça, tem alegria e satisfação em praticar o amor e a caridade; seu primeiro movimento é pensar nos outros antes de pensar em si mesmo.

               Não tem ódio, nem rancor, nem desejo de vingança; perdoa sabendo que será perdoado; não procura destacar os defeitos dos outros; procura descobrir suas imperfeições e corrigi-las com empenho, não procura ressaltar suas qualidades à custa dos outros; procura sempre que pode destacar as qualidades dos outros; não tem vaidade; não usa os bens que Deus lhe concedeu para satisfazer as paixões mundanas; trata seus subordinados com bondade e benevolência; quando é subordinado cumpre seu dever com conhecimento de sua responsabilidade.

              O homem de bem comparado aos padrões morais dos habitantes da Terra pode ser considerado um anjo e, sem dúvida, está preparado para viver em um mundo de regeneração.

              Quando habita a Terra, tem uma missão nobre a cumprir. Uma comum a todos eles é a de elevarem moralmente os homens da Terra.

              Apesar de dá a impressão de que este tipo de pessoa sofre muito na Terra, devido o conflito de valores entre a pessoa e a sociedade, esta impressão nem sempre corresponde à realidade, pois as qualidades presentes no homem de bem lhe proporciona um equilíbrio interior incomparável, além de paz de consciência e a certeza de um futuro feliz.

              O homem de bem tem humildade por isso dificilmente se sentirá humilhado; tem amor no coração por isso tem prazer em servir. O homem de bem tem doçura, o que atrai a simpatia e a ajuda dos outros; tem responsabilidade, o que inspira confiança e segurança às outras pessoas; enfim, o homem de bem ama e é amado, tem mais paz e é mais feliz.

                                                                                                              

    FAZER O BEM SEM OSTENTAÇÃO

 

               Quando formos ajudar o próximo temos que ter em mente que estamos sendo impulsionados por um sentimento nobre característico da alma e que o anseio da alma deve ser o caminhar para perfeição divina em conformidade com as leis naturais.

                Toda ação tem uma consequência e conforme Jesus, “nosso tesouro esta onde nosso coração se manifesta”. Na ação de doar a recompensa não acontece pelo objeto doado, mas pelo mérito do desprendimento do amor manifestado, ou seja, você usa a energia que é amor e esta não se perde e sim se transforma, podendo se manifestar tanto na vida material como na vida espiritual.

                 O que vai determinar a direção desta energia é o direcionamento do desejo empregado por quem praticou a ação. Se o desejo é por bens materiais, a pessoa se manifestará aos homens em busca da recompensa; se a ação é impulsionada pela piedade, a recompensa é moral e apenas a alma se manifestará a Deus, através de uma vibração única que atinge diretamente e de forma especialmente intensa o ser supremo.

                   Tanto o desejo do material quanto do espiritual geram energias que se instalam na alma, mas são energias de naturezas diferentes; no primeiro caso a doação é fruto da vaidade e do egoísmo, já no segundo, é fruto do amor.

                  O egoísmo também vibra em um comprimento de ondas especifico sintonizando com espíritos moralmente inferiores que trazem dentro de si este egoísmo previamente instalado. Nesse caso os iguais se atraem.

                  Quando fizermos uma doação temos que fazer o máximo para que quem estiver recebendo não seja humilhado.                   O ideal é convencer o beneficiado de que o ganhador é quem esta doando, o que na verdade condiz mais com a realidade, pois nesse caso a recompensa é espiritual e o aperfeiçoamento deste é o que nos leva a felicidade real.

                                                         

                         

                                                                                                                                                       ###############

                                          024

                                                                                                                                                      ###############

             Estrutura e formação de traumas psicológicos 

                                                                                                                                                                   


           

               Comentarei aqui, em primeiro lugar, o significado de trauma para este trabalho. Note que este termo adquire aqui um sentido muito mais amplo do que o usado na psicologia tradicional. Não classificarei de trauma apenas os quadros mais graves que comprometem a personalidade, mas sim tudo que se referir ao processo de pensar e que interfere de alguma forma para a harmonização do ser noológico.

               Como este trabalho visa o tratamento global, incluindo o espírito, lidaremos com personalidades desta vida e de vidas passadas e como veremos com mais detalhes adiante, personalidade é tudo que o espírito viveu e assimilou em uma encarnação.

               Em psicologia tradicional costuma-se dizer que é a personagem conhecida pela sociedade ou o eu pessoal definido por Freud, mas isso não reflete uma realidade absoluta para as técnicas que vamos trabalhar, pois como se diz, a maioria das pessoas é como sepulcros caiados por fora e podre por dentro. Isto significa que para vivermos de forma civilizada em sociedade necessitamos muitas vezes usar de representações teatrais tentando nos adequar as rígidas regras geradas pelas castas sociais sempre no intuito de favorecê-las.

               Como a humanidade se encontra neste momento em um grau de atraso moral considerável, a tendência das leis humanas é seguir este atraso, e esta é uma condição que só mudará com o aprimoramento espiritual do homem.

               Vamos destacar um bloco da personalidade para analisarmos sua influência na vida atual e futura. Suponhamos que estamos passando em cima de uma ponte e esta por motivo estrutural desaba nos causando alguns danos, então nossa mente associa a ponte, às dores causadas, e o medo, que por instinto trazemos em nosso inconsciente, também se associa a estas imagens, formando assim um quadro traumático e que a partir deste momento passará a ser uma parte da personalidade.

               Cabe ressaltar aqui, que as emoções associadas ao quadro traumático vão sempre variar de pessoa para pessoa, pois cada um encara uma mesma situação de forma diferente.

               A pessoa mais insegura ou de pouca fé, por exemplo, tende a ter mais medo que o normal, produzindo assim uma carga emocional maior em casos de complexos traumáticos, também a pessoa que já trás consigo traumas adquiridos anteriormente terão mais problemas porque esses traumas servirão como catalisadores para novas situações; se uma criança for mordida por um cachorro ela terá pavor de cachorros; se seu coleguinha cria cachorro e costuma brincar com ele já não terá tanto medo e pode até tentar um carinho em um cachorro desconhecido. Aliás, o desconhecido é outro fator que instintivamente nos causa medo, no caso da ponte um engenheiro que entendesse porque a ponte desabou teria menos problemas que um leigo no assunto.

               Estou citando aqui o medo por ser este uma das emoções mais conhecidas, naturalmente outras emoções igualmente comprometedoras como raiva, frustração, decepção, culpa entre tantas outras, podem se associar aos traumas. Às vezes o choque emocional produzido em uma situação é tão grande que a pessoa não consegue assimilar, e passa a se sentir fortemente perturbada sem saber por que, esta perturbação ocorre porque um desequilíbrio foi implantado no astral e precisa ser tratado. A dor então é o instrumento usado para chamar atenção para o problema.

               A profundidade deste trauma será proporcional ao desconforto causado pela situação, embora indiferente de qualquer coisa, os traumas estarão sempre ligados ao corpo mental. Em psicologia esta parte da mente é denominada subconsciente, por ser este a sede dos impulsos e das emoções.

               Em consequência do trauma adquirido, toda vez que a pessoa for atravessar uma ponte sentirá medo e isto ocorrerá mesmo em vidas futuras, até que este bloco seja removido. Os traumas podem ser tratados na vida atual ou atravessar inúmeras encarnações, interferindo na vida do espírito. A profundidade deste trauma será proporcional ao desconforto causado pela situação, embora indiferente de qualquer coisa, os traumas estão sempre ligados ao corpo mental.

               Nem todos os registros que carregamos em nossa mente são traumas adquiridos, pequenos eventos de nosso dia a dia também podem interferir em nossa vida mexendo com nossas emoções. Neste caso o resultado pode não ser tão direto como nos traumas mais complexos, mas mesmo assim podem nos causar grandes problemas ou simplesmente nos trazer boas ou más recordações quando, por exemplo, ouvimos o trecho de uma música, pode vir a nossa mente não só recordações de outros momentos em que ouvimos aquela música, mas podemos sentir também as mesmas emoções que sentimos no momento em que ouvimos a mesma música anteriormente. Isto ocorre porque em nossa mente também os iguais se atraem, no caso da música, o trecho que ouvimos a segunda vez, já tinha sido gravado anteriormente em nosso subconsciente, juntamente com tudo aquilo que acontecia conosco naquele momento, e com tudo que nossos sentidos estavam captando, formando um só bloco.

Qualquer um dos elementos deste bloco que for ativado futuramente, trará o bloco inteiro a nossa consciência. E cada elemento do bloco, na verdade, são ondas vibrando em comprimentos específicos, assim o som que vibrou em forma de ondas, quando passou pelo nosso ouvido, foi interpretado e registrado pelo nosso cérebro em forma de ondas, ficando aí acumulado, e são ativadas quando ouvimos o mesmo som, já que este som é idêntico em vibração ao que foi registrado pelo nosso cérebro. É como uma chave que abre uma porta revelando tudo que há por trás dela ou como o controle remoto da televisão que emite um raio com determinado comprimento de ondas ativando o aparelho que revela a imagem. Esta é uma característica de nossa mente que pode nos causar bastante confusão e até prejuízos maiores.

               Quando você experimenta um ambiente com seus sentidos, vários estímulos são provocados, por exemplo, uma pessoa entra em um escritório e em seguida ouve o barulho da impressora, sente o cheiro de fumaça ou de perfume; vê os moveis, as paredes, as pessoas, etc. Cada um desses estímulos podem provocar lembranças diferentes. A lembrança que aparecerá em primeiro plano será sempre a mais traumática ou com carga emocional mais forte, as outras virão em seguida, mas a mente da pessoa não terá capacidade para interpretar simultaneamente todos os sons e imagem que representam essas lembranças, o que ela faz então é filtrar essas informações obedecendo ao grau de intensidade das emoções envolvidas em cada situação.

               Todas as emoções envolvidas emergirão à mente, por serem estas as expressões mais relevantes para a alma. A emoção mais forte aparecerá em primeiro plano junto com as imagens e sons que construíram o trauma, e como já foi dito, as outras emoções aparecerão em segundo plano, mas sem as imagens, o ser consciente não consegue entender com clareza o que ocorre e a tendência é agregar essas emoções secundárias ao bloco principal aumentando o tamanho do problema.

               Voltando ao caso do escritório, a pessoa escuta o barulho da impressora e pode vir a sua mente o quadro de quando, em outra ocasião, na fábrica, teve o dedo cortado por uma máquina que fazia um barulho parecido; simultaneamente a conversa do encarregado com um funcionário, que acontece no mesmo local, te traz as emoções que ele sentiu quando fora humilhado na escola.

               No caso em que cortou o dedo na fábrica ele sabe o que provocou as emoções, pois por ser este o quadro mais traumático aparecerá sempre em primeiro plano e por este motivo ele consegue ver as imagens e os sons, mas no caso da humilhação na infância não saberá o motivo que provocou tais emoções, apenas irá senti-las.

               Diante do exposto podemos com uma análise mais minuciosa, entender o quanto é distorcida nossa visão das coisas e porque as pessoas têm opiniões tão diversas. Se você olha para Reinaldo pela primeira vez, dificilmente conseguirá enxergar como realmente ele é, pois neste momento a visão que você terá será baseada em suas experiências anteriores, o estilo, os gestos, a forma de vestir, tudo te remeterá a compará-lo a João, que você conheceu anteriormente e que tem as mesmas características físicas de Reinaldo, e junto com as lembranças das características de João virá também o que você entende ser sua personalidade, seus defeitos e qualidades. Assim, a associação de Reinaldo com as características de João existentes nas suas lembranças, é inevitável que você empreste ao desconhecido Reinaldo características que talvez ele nunca tenha tido.

               Mas nem toda forma de pensar está ligado de maneira clara a traumas mentais. Você pode, por exemplo, estar sentindo muito calor, o que te fará pensar na chuva, olhar para o céu, ver algumas nuvens, lembrar-se da roupa que ficou no varal ou lembrar-se do dia em que o varal quebrou sujando toda a roupa, etc.

              Esta é uma sequência de pensamentos com pouca carga traumática, mas que no mínimo manterá sua mente ocupada, o que por um lado pode ser bom por evitar que você pense em coisas mais negativas, mas esses pensamentos também te impedirão de ter pensamentos positivos naquele momento, o que seria útil para melhorar o nível de seu padrão vibratório.

             Tente ficar um minuto sem pensar e você perceberá o quanto é difícil manter sua mente vazia, sem pensamentos, aliás esta é uma forma de meditação bastante eficiente usada na yoga, é uma técnica simples, mas que depende de persistência, pois se trata de treinar sua mente. Os pensamentos surgem em nossa mente aos turbilhões, na maioria das vezes sem serem invocados de forma consciente, obedecendo ao processo de desencadeamento por estímulo externo, e se esses pensamentos não foram coordenados por você, então você  não está inteiramente consciente deles. Serão então gravações acionadas automaticamente em sua mente.

              Podemos estar pensando em uma receita de bolo e no tópico onde fala sobre a mistura dos ingredientes, nos lembrarmos de certa vez em que colocamos sal no lugar de açúcar, lembramo-nos do gosto salgado da massa, das piadinhas geradas pelos familiares, do embaraço causado, entre outras coisas. Neste momento não raciocinamos e perdemos o foco da receita que estávamos analisando. Para que voltemos a nossa consciência temos que retomar o pensamento original sobre a receita de bolo.

              Perceba então que a consciência de um pensamento depende da razão ou do raciocínio tecido na percepção do que acreditamos ser a lógica deste pensamento. O acreditar e entender este pensamento faz parte indelével do está consciente, ou seja, está consciente é compreender, acreditando ser verdadeira a lógica do raciocínio.

              Neste contexto não há formas de ser os traumas superficiais ou profundos, uma forma de consciência, pois não são construídos obedecendo a uma sequência lógica, o latido de um cão pode te fazer lembrar de um momento que você furou o pé em um espinho, não porque o cachorro teve haver com o evento ocorrido, mas simplesmente porque no momento em que o fato ocorreu, o cachorro estava latindo.

              Podemos concluir então que por trás da consciência há que ter um princípio inteligente, que não pode ser outro senão a alma, ficando claro que a consciência é um estado da alma. Você poderia perguntar, mas se a consciência é um estado da alma então porque não usamos esta consciência para nossa evolução moral?

               Isto não acontece porque todos os nossos males também têm origem na alma. São ferramentas das leis naturais que têm a função de chamar a atenção para identificação e reformulação dos defeitos aí enraizados. O orgulho e o egoísmo são forças ativas na alma que determina nossa vontade direcionando nossos pensamentos para este ou aquele objetivo.

              O processo de reforma íntima que veremos em detalhes em outro capítulo, se resume basicamente em orar e vigiar, e este vigiar se refere em vigiar o pensamento, o que parece fácil na teoria, mas na prática sempre enfrentamos problemas, principalmente no início do desenvolvimento da técnica, quando a sequência de desencadeamento dos pensamentos dificilmente poderá ser controlada. Na verdade, isto não é o ideal a fazer, pois se você quebra, esta sequência não chegará ao final da linha, onde pode estar um quadro traumático. O melhor então a fazer é apenas observar esta sequência de forma passiva, procurando identificar quadros traumáticos associados a esses pensamentos. Sempre que for identificada alguma forma de emoção no decorrer de algum pensamento é porque aí se encontra um quadro traumático. Isto é um processo voltado para seu interior e depende basicamente de concentração.

              É como a ponta de um Ice Berg, com dez por cento acima da água e noventa por cento submersos; os pensamentos que surgem no consciente representam os dez por cento e para explorar os outros noventa por cento, você tem que mergulhar em seu subconsciente seguindo o rastro do pensamento. O que fazer depois de identificar o problema, explicarei na ocasião do detalhamento da técnica.

               Outro ponto interessante é a forma como a estrutura do nosso pensamento contribui para impedir a abordagem direta de nossa alma. Como já foi explicado, um pensamento puxa o outro sempre no sentido de desviar nossa atenção para ocorrências secundárias, e isto, como tudo na vida, tem uma explicação lógica. Como já podemos perceber nosso objetivo principal é a escalada evolutiva em direção ao aperfeiçoamento moral, que nos levará ao desenvolvimento da natureza divina em nós, o que se traduz em uma aproximação cada vez maior de nossa consciência objetiva (mente) com nossa consciência subjetiva (alma).

                  Nossa consciência objetiva está diretamente ligada à nossa evolução moral, de forma que quanto mais nos aperfeiçoamos moralmente mais temos consciência da real natureza de nossa alma; claro que aqui inclui um desenvolvimento paralelo do conhecimento.

                  No fundo, nossa alma é que comanda o barco através de sua essência que são os sentimentos que podem ser tanto positivo (amor) como negativos (egoísmo).

                 Assim quanto maior for o sentimento de egoísmo na pessoa mais sua consciência objetiva estará envolvida nos problemas sociais reconhecendo aí o meio para satisfazer este sentimento, e quanto maior for este sentimento a pessoa ocupará mais sua mente e seu tempo no intuito de alimentá-lo. Para dizer de uma forma mais simples, a própria alma criará subterfúgios, como desculpas, para não focar em sua espiritualização, ao contrário da pessoa que tem em si o sentimento de amor mais evoluído e que dividirá seu tempo entre a vida material e a espiritual; um terá tempo para meditar, ir à igreja, dedicar-se a caridade, enquanto o outro só terá tempo para ganhar dinheiro e poder, uma simples questão de focar a atenção em uma coisa ou em outra. esta atenção será sempre dirigida pela vontade, e a direção do interesse será determinada pelos sentimentos positivos ou negativos da alma.

                                                                            

 

                                                                                                                                                       ###############                                                                      

                                           023

                                                                                                                                                          ###############

                            Trauma psicológico moral

                                               


               Falarei nos próximos parágrafos sobre os bloqueios psicológicos que entravam nossa evolução moral, esses bloqueios surgem no decorrer de nossa vida com as experiências vividas no dia a dia, geralmente esses traumas estão associados a sentimentos negativos que adquirimos em nossa escala evolutiva.

               Como espirito, nascemos simples e ignorantes, e o primeiro defeito moral a surgir é o egoísmo que surgiu nos tempos primórdios da evolução, onde o homem necessitando lutar por seu alimento e pelo direito de acasalar o fazia através da violência, devido à falta de conhecimento de métodos mais civilizados. Com a violência empregada pelo homem na aquisição de suas necessidades básicas surgiu também a crueldade, o orgulho entre outros graves defeitos.

              Kardec explica, o que é ignorância, no livro "O Céu e o Inferno", Primeira Parte, Capítulo VIII, item 12, como sendo “sem conhecimentos nem consciência do bem e do mal, porém, aptos para adquirir o que lhes falta.”

               Portanto o homem não tinha consciência de si mesmo e era assim bastante animalizado, mas já trazia dentro de si os instintos que são sementes dos sentimentos nobres, instintos como: instinto de sobrevivência, de perpetuação das espécies e outros que vão sendo lapidados a ferro e fogo no decorrer das situações vivenciadas pelo espírito na carne e fora dela, quanto mais os espíritos evoluem intelectualmente e incorporam em suas consciências novos conceitos, menos ele necessita do sofrimento para evoluir, sendo a ignorância um dos fardos que jesus promete tirar das pessoas que O procura, tornando mais suave a caminhada evolutiva.

               Nas palavras de São Luís, à questão 1006 de "O Livro dos Espíritos", “apenas os criou a todos simples e ignorantes, tendo todos, no entanto, que progredir em tempo mais ou menos longo, conforme a vontade de cada um. Percebemos com clareza nessa passagem do livros dos espíritos que a vontade é que nos move, sendo esse movimento realizado sempre em direção ao bem, porem de forma mais ou menos acelerada dependendo do fato dessa vontade ser mais persistente no bem ou no mal.

               Livro dos espíritos questão 120. “Todos os Espíritos passam pela fieira do mal para chegar ao bem?”

               “Pela fieira do mal, não; pela fieira da ignorância.”

               Portanto não precisamos sofrer para evoluir, se sofremos é porque escolhemos o mau em vez do bem, pois nosso livre arbítrio nos permite fazer essa escolha.

               Kardec afirma na revista espirita de junho de 1863 que o Espírito criado simples e ignorante está, em sua origem, num estado de nulidade moral e intelectual, como a criança que acaba de nascer; se não fez o mal, não fez, não mais, o bem; não é nem feliz nem infeliz; age sem consciência e sem responsabilidade; uma vez que nada tem, nada pode perder, e não pode, não mais, retrogradar; sua responsabilidade não começa senão do momento em que se desenvolve nele o livre arbítrio; seu estado primitivo não é, pois, um estado de inocência inteligente e racional; por consequência, o mal que faz mais tarde infringindo as leis de Deus, abusando das faculdades que lhes foram dadas, não é um retorno do bem ao mal, mas a consequência do mau caminho em que se empenhou.”

               Portando o espirito quando criado não tem amor nem ódio, e não tem conhecimento de nada apenas faz suas escolhas conforme seu livre arbítrio.

               O amadurecimento psicológico adquirido em nossas experiências é que nos colocará em posição de conforto em relação ao sofrimento.

               Os complexos psicológicos que tanto nos atordoam são variados e cada um em sua caminhada adquiri um grupo distintos desses complexos; os mais comuns são: complexos de inferioridade, os narcisismos, a agressividade, a culpa, o medo, a timidez, e podem evoluir até os estados graves de alienação mental.      

               Eu sou o que sou e a partir do que sou tenho que me recriar a cada momento transformando comportamentos removendo traumas que mim mantem preso a conceitos inibidores do meu progresso moral, não sou culpado sou um ser em desenvolvimento, não preciso ter medo, pois as leis naturais me proporcionam exatamente o que eu preciso para evoluir e além disso conto com a orientação e a proteção espiritual para me confortar, aliviar e até evitar meu sofrimento. O amor contido nessas entidades espirituais é o responsável por essas ações que tanto me auxiliam.

              Devemos ser sempre agradecido a Deus por nos criar para ser um futuro cristo pleno de um gozo indescritível no paraíso divino de eterno amor e ternura.

              Para isso, não devemos nos julgar, nem nos justificarmos, nem nos culparmos de nada. Devemos apenas nos descobrirmos nos melhorando a cada instante.

              A transformação interior ocorre, utilizando-se dos instrumentos do auto-amor, da auto-estima, da oração que estimula a capacidade de discernimento, da relaxação que libera das tensões, da meditação que faculta o crescimento interior.

             O auto-amor ensina-nos a encontrar-nos e desvela os potenciais de força íntima em nós jacentes.

              A auto-estima leva-nos à fraternidade, ao convívio saudável com o nosso próximo, igualmente necessitado.

             Toda vez que sentimos necessidade de chamar a atenção, nos promovendo de alguma forma, é um sinal de alerta de que estamos sendo vítima do desequilíbrio de nosso ego e fatalmente isso nos trará problemas.

              A constante conscientização do estado ilusório da matéria, e a certeza de um mundo vindouro mais feliz, nos conduzirá a humildade e a vontade de cooperar com nosso próximo para que todo mundo evolua. Porquanto a vaidade é uma perigosa manifestação de desequilíbrio interior e a competição social pode soar como um sinal de alerta.

 

Ponto

Ponto de equilíbrio que se chama humildade

Contrapõe com a destrutiva vaidade

Humildade que traz amor e caridade

Vaidade que traz destruição e maldade

 

Ponto de apoio que se chama amor

Contrapõe ao ódio que traz a dor

Amor que carrega que traz doce sabor

Ódio que traz sofrimento e amargor

 

Ponto de doçura que se chama paz

Turbulência que desequilíbrio traz

Paz que na meiguice se compraz

Turbulência destruidora e voraz

 

Ponto de alegria que se chama luz

Escuridão que à dor conduz

Luz que ilumina o caminho da cruz

Escuridão que cega como capuz

 

Kleber Lages

                                                      

                                   ###############

                                           016

                                  ###############

                                    Autoanálise  

                                      

                                                                                                                     

              A autoanálise para que seja bem sucedida tem que ser feita com calma e com absoluta sinceridade consigo mesmo. Deite, relaxe, medite, pense; não é fácil proceder a uma avaliação de si mesmo, pois a tendência é sempre tentar nos justificar, assim procure usar o exemplo dos outros: “como que eu avaliaria esse gesto meu em outra pessoa?” Esta é uma prática necessária para identificar nossos defeitos, a forma de correção desses defeitos é outro assunto, mas sem dúvida, o autoconhecimento, o conhecimento das leis naturais e a vontade de avançar são indispensáveis.

               A culpa ou a autopunição são desnecessárias, você não nasceu perfeito, está se aperfeiçoando e está fazendo o que tem que ser feito, buscando melhorar com sinceridade, portanto, os motivos são para correção e contentamento, não para sofrimento ou tristeza. Deus não nos criou para sermos sofredores infelizes, Deus nos criou para evoluirmos espiritualmente se sentindo feliz com isto.

              Em nossa autoanálise devemos ter uma especial atenção para o egoísmo. Este é um sentimento negativo que nos acompanha desde o início da evolução humana. Quando tínhamos mais de irracional que de humanos foi indispensável para nossa subsistência o egoísmo acompanhado da brutalidade, como ferramentas na disputa por alimento, água e território, com os outros animais. Quando nos racionalizamos, esses sentimentos já estavam enraizados em nosso inconsciente, já fazendo parte de nossa personalidade. Chega a ser inacreditável como depois de tantos milhões de anos, continua a ser este, nosso maior problema.

              Para melhor avaliarmos o tamanho de nosso egoísmo temos que definir o limite de nossas reais necessidades e a intensidade do nosso sentimento de posse. Queremos uma casa para morar, queremos duas, para quê? Quando já temos um emprego para garantir nosso sustento?

              Sua evolução espiritual dependerá sempre de uma decisão própria, e as opções principais entre as quais esta decisão deve ser tomada são: aquisição de bens materiais, aquisição de conhecimento não religioso, satisfação dos instintos mais primitivos.

             Qualquer que seja a opção escolhida, o que determinará o grau de sucesso alcançado será a vontade da pessoa, a intenção determinará a direção a seguir, e a vontade determinará o ritmo a ser adotado. Pode-se questionar o limite físico, mas não se pode especificar este limite, como prova disso podemos pensar nos atletas de uma maratona que mesmo depois de atingir o suposto limite máximo, o atleta ainda consegue ultrapassar estes limites e alcançar a linha de chegada.

 

                                                                                                                                                         ###############          

                                           013

                                                                                                                                                         ###############


            Eliminando o pecado através do subconsciente

                        

     

            Se nossa alma é beneficiada pelas orientações de nossos mentores e tem potencial infinito, porque simplesmente não corrige todos os nossos defeitos?

            Devido ao nosso subconsciente que carrega mecanismos automáticos impregnados de emoções negativas se transformando em uma barreira difícil de ser superada.     

             No subconsciente está o registro de tudo que já vivemos, esses registros são formados em associadas a emoções vindas da alma, a pessoa que vê uma cena forte, como um acidente, um assassinato etc., e sente compaixão ou revolta em decorrência do acontecido, esta cena fica gravada junto com essas emoções.

            No subconsciente não há noção de tempo nem de espaço, uma quadro traumático fixado na infância sempre que descer até a consciência gerará as mesmas emoções que gerou na ocasião da ocorrência do acontecimento agindo na consciência e no corpo físico como se tivesse acontecido naquele momento.

            Essa é uma das características do subconsciente que costuma causar sérios problemas, o espirito que desencarna com mágoa e sentimento de vingança, passa a obsedar o desafeto apoiado nos quadros traumáticos do subconsciente, como essa é uma zona sem conceito de tempo os ataques podem durar décadas ou até centenas de anos sem que o espirito consiga sair do ciclo vicioso que se auto impôs, vivendo assim todo este tempo sem conseguir avançar em sua escala evolutiva.

             Podemos imaginar também a ação dessa característica subconsciente nos encarnados que poderão sofrer com um trauma durante sua vida inteira sem conseguir se livrar.

            O subconsciente não se limita aos registros da encarnação espiritual do ser, aí está armazenado também tudo que foi vivido em outras encarnações e que não foi resolvido adequadamente.

            Os quadros traumáticos emocionais formados em nosso subconsciente se ligam por natureza vibratória formando compostos complexos, podendo até serem classificados como sub-personalidades, por ter a capacidade de controlar todo o ser mantendo-o sob domínio.

            Para os chamados médiuns que servem de porta voz aos espíritos desencarnados é necessários que o subconsciente esteja o mais puro possível, pois a comunicação que vem do alto passa pelo subconsciente do médium e neste ambiente pode ser deformada transformando uma bela mensagem em palavras de sensualidades e violências, esse tipo de médium quando tem méritos os espíritos de maior luz simplesmente não os usam para se comunicarem, mas quando não estão preparados acabam se tronando vítimas de espíritos zombeteiros e malignos. Indiferente do musico que toca, o som será sempre do instrumento musical operado.     

             Na pratica a resolução desses quadros traumáticos é mais complexa do que parece; se no início de nossa evolução costumávamos matar nossos semelhantes para sobreviver, mesmo sendo isso uma necessidade, já causava em nos uma forte impressão, pois nessa época já trazíamos conosco o instinto de perpetuação da espécie, com o tempo nos vamos evoluindo, nosso instinto sexual e de perpetuação da espécie vai se transformando em amor e é então que percebemos a barbárie dos atos cometidos anteriormente, e passamos encarnações inteiras carregando sentimento de culpa, até que possamos entender nosso caminhar evolutivo e perdoar a nós mesmo, ou até que possamos assimilar com a fé necessária as máximas do cristo que diz, “Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes.” Mateus 12:7; ou ainda "Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependam" (Atos 17:30).

            A inocência e a ignorância não nos livra do sofrimento, mas o conhecimento e o aprimoramento moral vai gradativamente aliviando nosso fardo.  

            Além de todos esses registros temos ainda em nosso subconsciente o registro de quatro gerações antecedentes, e são registros que também trazem sentimento de culpa, pois dificilmente em nossa juventude tratamos nossos pais como deveria.             Um importante fato a ser considerado advindo das gerações gravadas em nosso subconsciente é a religião, nossos antepassados eram ignorantes em relação a alguns itens hoje esclarecidos pela ciência e por mentores de orbes mais elevados que usam os médiuns como intermediários, esses novos conhecimentos entram em choque com os que nos foram transmitidos por nossos antepassados e muitos sentem dificuldades em abandonar o comodismo de uma religião baseada em uma fé cega e mascaram seus sentimentos mais vis, adotando uma posição de tradicionalismo.  

            As vezes pode nos parecer impossível a transposição da barreira imposta pelos registros em nosso subconsciente, mas mais uma vez a bíblia nos oferece soluções eficazes, em a fé remove montanhas jesus está se referindo a essas barreiras como montanhas, em amar ao próximo como a se mesmo Ele coloca o amor como sabedoria suprema sendo assim também uma viabilização de transposições dessas barreiras.

            Para obtermos sucesso nessa limpeza subconsciente, além do amor e da fé outras qualidades também são necessárias como a humildade, por exemplo, sem ela sempre haverá um link em nosso subconsciente que desencadeará o orgulho e a vaidade.

            Devemos nos apegar ao que somos e ao que estamos nos tornado e não ao que temos e ao que estamos adquirindo materialmente.

            Devemos também amar a nós mesmo sem egoísmo, nos perdoar sempre e nos livrarmos assim dos padrões de baixo autoestima fornecidos pelo automatismo de nosso subconsciente.

            Também os mentores espirituais mais desenvolvidos podem nós auxiliar na limpeza de nosso subconsciente, veja abaixo um trecho do livro de Hermínio C. Miranda, intitulado, diálogo com as sombras; “Nunca sabemos, pois, que métodos e recursos empregarão os nossos mentores espirituais, na sua nobre tarefa de despertar os companheiros que permanecem hipnotizados às suas angústias. Às vezes, utilizam-se da projeção fluídica. Os quadros são apresentados com todo o seu vigor e realismo, com cenários, personagens, cores, sons, movimento, emoções, mas formados com “material” sacado do subconsciente do Espírito, animado por meio de recursos retirados, como explica André Luiz, dos presentes em torno da mesa de trabalho. Esses quadros exibem figuras humanas, também, é claro, mas continuam sendo projeções.”

            Muitos dos nossos sonhos também refletem cenas arquivadas há milênios em nosso subconsciente e exteriorizadas nos momento de liberdade de nosso espirito.

o que é autodisciplina.mp3

                                                                                                                                                      ###############                 

                                         005

                                                                                                                                                     ###############

                        Sobre instintos parte 2

           

Como a transmutação dos instintos afeta o corpo físico

                                              

                                                          


             Todo aquele que se propõe a uma reforma intima, eficiente, rápida e transformadora, deve ter em mente que o corpo é um instrumento da alma, e se a alma está sendo transformada, a energia do metabolismo celular também está sendo investida nesse mister, pois estamos falando da aquisição de luz divina que em parte é adquirida na fusão de átomos que libera quantum de energia, não só para a queima nas atividades do dia-a-dia, mas também para as atividades intimas da alma, veja abaixo a grosso modo como ocorre essa aquisição energética.

                                                                                                                                   ###############

                                     004

                                                                                                                                  ###############

                     Produzindo luz pela alimentação

Outra forma de produzirmos luz é através da alimentação, o alimento que consumimos se transforma em nutrientes que são formados por átomos. Os átomos são degradados por nosso sistema interno e transformado em luz.

               Sabemos que os elétrons são pacotes de energia que emitem quantum,  que por sua vez são fleches de luz visível a via metabólica de nosso organismo denominada cadeia transportadora de elétron faz o que o nome sugere transporta elétrons que são destacados do átomo por outra via metabólica, como veremos abaixo nem toda energia produzida por essa via metabólica é incorporada em forma de tecido, a maior produção de energia dessas vias usamos para nossas atividades do dia a dia e é também uma forma de luz empregada em nossa evolução, veja abaixo uma explicação mais detalhada de como ocorre a liberação de luz e energia em nosso organismo.

               Várias são as vias metabólicas usadas por nosso organismo para transformar o alimento que consumimos em energia, até chegar ao Ciclo de Krebs, que é uma das nossas principais vias metabólicas, a glicose que consumimos perde todos os seus seis carbonos, liberados em forma de Co2 e vai perdendo também seus hidrogênios e elétrons. No decorrer da via metabólica as moléculas FAD e NAD entre outras transportam os elétrons para o interior da célula. Entre os vários processos existentes que podem liberar ondas eletromagnéticas incluindo a luz, podemos citar a liberação de calor que é transmitido através de ondas eletromagnéticas chamadas radiação infravermelha IV, essas ondas se situam no espectro, logo após o vermelho da luz visível e tem comprimento de ondas de 700 nm e 50 000 nm, As lâmpadas infravermelhas usam dessa radiação para ativar a circulação sanguínea e diminuir processos inflamatórios.

              As câmeras sensíveis ao infravermelho conseguem mostrar as áreas mais quentes dos corpos, que ficam nas cores amarelo e laranja. Portanto se essas ondas são necessárias para liberação de calor e nosso corpo libera calor, então nosso corpo fabrica essas ondas.

              Se o leitor preferir ter um maior esclarecimento sobre esses processos de produção de energia das células pode visitar http://biomedicinaemacao-unip.blogspot.com.br/2012/04/via-glicolitica-ou-glicolise.html  na internet ou consultar qualquer livro de citologia que trata do assunto com tal profundidade. Não aprofundamos em mais detalhes desses processos para que o texto não fique cansativo ou de difícil compreensão.

           Diante do exposto podemos concluir por um eventual emagrecimento ou debilitação física, o que se transformaria em uma barreira para pretendida reforma intima, por isso é aconselhável a todo aquele que se dedica a reforma intima com tal intensidade, que se alimente bem e faça exercícios físicos com certa regularidade, pelo menos 3 vezes por semana.

           O espirito que esvazia o corpo se preparando para cama de faquir é coisa do passado, hoje sabemos e estamos preparados para evoluir com menos sofrimento e mais eficiência.

        Os instintos nos leva a aceitar e seguir o comportamento dos outros fazendo de nós um autômato que faz porque os outros acham que é certo fazer, por isso o conhecimento é tão importante na transmutação dos instintos, pois para sabermos e fazemos o certo temos que adquirir o conhecimento moral que está intimamente ligado a lei da ação e reação, para quem se interessar fiz um artigo sobre esse tema e publiquei nesse site.   

        Chega um determinado ponto na evolução do espirito que sua energia fica muito sutil para movimentar um motor pesado como o átomo, esse é o momento que o espirito não precisará mais se arrastar pela superfície do planeta carregando essa pesada massa disforme que é o corpo físico.

Traduzir Esta Página

Livros grátis 

para 

download clik na aba direita acima
iDcionário Aulete

conheça também meu blog

http://riquezafelicidade.blogspot.com.br/

https://www.facebook.com/riquezafelicidade

http://riquezafelicidade.com/#heading1


A realidade e a dimensão do paraíso onde Deus habita

É difícil para nós encarnados definir com clareza a dimensão universal onde habitam seres como jesus, anjos guardiões, querubins etc, pois não podemos entender o nível de realidade frequente nesses locais, apesar de estarmos já inserido nesse ambiente através da alma de Deus que habita em nós e entendermos nessa dimensão que essa realidade no paraíso é baseada em fatos, para a dimensão universal do nosso ser material e perispiritual essa realidade existe apenas em potencial, e pela ausência de fatos e termos para definirmos esses fatos essa realidade passa a existir para nós apenas como hipótese.O que nos mantem afastados desse paraíso é a compreensão clara dos fatos que produzem a realidade paradisíaca dessas dimensões, não podemos ver, porque não acreditamos o suficiente, e não podemos acreditar o suficiente porque não vemos, nos resta então compreender com clareza para acreditar e ver. Em contrapartida, o ver e o acreditar não nos habilita a ingressar nessa dimensão, pois o nível vibracional nosso tem que...continue lendo